Subscribe:

sexta-feira, setembro 28, 2007

AH NÃO!!!

Gilberto Braga comeu cocô!!
Só pode.
Até eu q não acompanhei Paraíso Tropical, mas estou vendo o último capítulo, fiquei puta com a obviedade do desfecho.

A única novidade, é o desenrolar da trama.
Ivan q não era filho de Marion, mas era filho de Antenor, os motivos para o assassinato de Taís... mas tal e qual em Celebridade, o assassino é o vilão-mor.

Em Celebridade do mesmo autor, a Cláudia Abreu, q fez sacanagem a novela inteira com Maria Clara Diniz (note q eu não sei o nome da vilã!!) foi a assassina do Hugo Carvana (cujo personagem também não sei o nome).

Qualé Gilberto??? Tá com preguiça de pensar?
Matou Olavo, q bateu um bolão a novela inteira segundo dizem por aí. Sim, porque eu só comecei a ver a novela no finalzinho, mesmo assim mal e porcamente.
Matou Ivan, coitado. Q segundo as más línguas, foi axin ou achin-calhado a novela inteira e justo quando ia se dar bem, morreu?? Parece até sorte de pobre!

E o q há de ser de Bebel sozinha na cadeia?
Bebel aprontou a novela toda, embarcando na onda de Olavo e agora sifu sozinha numa cela fria (sozinha vírgula né?! Porque com o sistema carcerário brasileiro, o q não vai faltar é companhia na cela!)
Matou o Jader coitado. Que fiel a Olavo, tentando defendê-lo, foi largado sangrando na sarjeta, morrendo, ainda sim, revelou a grande verdade e o grande motivo do assassinato central da trama.

Bom mesmo, nas novelas de Gilberto, era quando bandido bom, era bandido q fugia no final, ou q enlouquecia, ou q levava uma surra, mas morrer Gilberto?
Mor-rer?
Tipo assim: cadê fulano? mor-reu!

Gostei não Gilberto.
Eu mandei muito bem quando me recusei a acompanhar a trama!
Senão eu ficaria possessa. Já fiquei desapontada sem ter acompanhado...
Imagine!! Aturar Alessandra Negrini do início ao fim, desenchabida toda vida, prá no final, matarem Olavo, Jader e Ivan. Por que não matou logo a Marion também.
Devia. Matava logo Antenor, Marion, Paula, câmera, contra-regra, diretor e por fim se matava também, não Gilbertooo??!

Não fode, eu hein?!



Engraçadinha toca roubado de Lila, só um pedacinho: É com esse que eu vou - Elis Regina




P.S. do P.S.:

  • Marion não derrama uma lágrima pela morte dos filhos meses depois!!
  • Bebel se dá bem com o corpão, arrumando um deputado em brasília (corrupto, lórrico!)
  • Lúcia, óbvio, morre de pena de Antenor e conta q espera um filho dele.

Não retiro uma vírgula do q eu disse!! Fala sério Gilberto, se morre!! No mínimo deu prá andar com Carlos Lombardi e Antônio Calmon, prá desaprender assim. Francamente... Sr. Cabeça de Bolinha ficou deveras irritado com esse desfecho!

video

quinta-feira, setembro 27, 2007

COMPLICAÇÕES

Que mulher é um bicho complicado, esquisito, misterioso e perigoso, todo mundo sabe.
Eu já sabia!
Mas nunca me julguei um ser tão complexo ou tão complicado assim, prá ser chamada de mulher. É óbvio q sou mulher não! sou operada! Dãããã!!!, mas o que quis dizer, é q fujo um pouco a regra.
Detesto problemas, detesto complicações e detesto ficar encucada com um troço.

Com o advento da segunda cria, tinha me esquecido de um monte de coisas q se passam depois do parto.
Claro q nenhuma mulher é igual, portanto, só posso falar da minha própria experiência.

Primeiro, q passando tão mal durante os três primeiros meses (siiim, vcs já viram essa novela!) passei máquina 5 no cabelo, porque ficar com o cabelo feio prá mim é pior q a morte. Não q eu tenha esquecido q minha força está literalmente na peruca!
Mas fui assim... digamos... imediatista. Hoje, estaria uns 8Kg acima do peso, porém de cabelão! Não é o q acontece. De cabelão, só nos meus sonhos, onde apareço magra e com o cabelo grande e lindo.

Segundo, estou bem acima do peso, como disse acima, 8Kg acima, o q não é nenhum terror já q estou amamentando, mas essas divagações, levam a outro problema.
Ganhei um belo d'um tribal de estrias em volta do umbigo. Isso só sai na faca.


OLHA A FAACA!!

E com o cabelo crescendo prá cima e pros lados, 8Kg acima do peso e com um tribal em volta do umbigo, como ter sex appeal??
Como me sentir sexy pro meu marido, somando-se a isso tudo ainda, a questão do pouco tempo q temos a sós.
Prá piorar, ainda fiquei virgem de novo.

Sim meus caros e queridos 5's leitores, não sei o q acontece depois de uma cirurgia, q lá nibaixo, fica tudo completamente apertado... como se eu tivesse com cab-aço de novo.

Desculpem a franqueza!
Quem não tiver estômago prá ler ou pobrema dos neuvo, feche os olhos, mas não leia isso aqui.
Eu preciso falar sobre esse assunto, principalmente porque já passou, eu acho.

Quando o médico liberou, a gente foi prá cozinha prá namorar.

É óbvio q depois de tanto tempo, meu digníssimo estava prá lá de afoito; mas até q se comportou, foi sexy, másculo, cavalheiro e quase perfeito, não fosse a pressa conforme a situação foi esquentando.
O q eu não contava, é q mesmo excitada, Zé Guilherme só entrava até a metade, pode?!
Tentei, tentei, mas a dor era insuportável e isso acabou me frustrando e frustrando Engraçadão q resolveu o problema na mão! (Ih! Rimou!!)

Depois disso, tentamos outra vez na cama, de ladinho e nada.
Novamente aquela dor horrível. Não cabia.

Até q eu me lembrei, q após o ser liberada pelo médico no parto de Pacoteenho, eu fui muito raçuda. Lembro q senti dor, mas fui por cima controlando e finalizei o homem. Daí, ontem resolvi testar.



Bicho, virgindade é uma merda.
Estava bom, mas tava ruim entende?
Doeu prá caraaaaalho, mas eu consegui sentar em cima de Zé Guilherme e Engraçadão felicíssimo, hj está até falando mais baixo de tão tranquilo.

E eu... bem, eu estou conseguindo sentar em qualquer lugar, sem ser de lado. Sento em bancos, cadeiras, sofás, camas...
Chegou a ser uma preocupação, mas agora estou certa de q na próxima vez, será mais prazeroso e não haverá dor. Pelo menos eu presumo q não.

Isso me fez pensar em como a gente é bombardeado por sexo o tempo todo e isso está super ligado a bem estar, antes de mais nada.





O único problema, é q agora eu devo aprender a ser sexy com essa minha nova imagem totalmente dissociada do q eu sou... do q eu me sinto.




Engraçadinha toca: Wiseman - James Blunt





quarta-feira, setembro 26, 2007

ELE VOLTOOOUU!

Depois de uma semana apanhando na carceragem do BOPI, apanhando sem parar, naquele vuco-vuco, aquela coooisa, todo mundo mi pegano, puxano meus cabelo e mandando vê, eu fui solta prá enxer os olhos dos meus queridos 5's leitores de porcaria!

Meu lépitópi está em casa são, salvo e bunitim.
E práqueles q pensaram q eu ia tomar jeito, se enganaram em redondo.
Euzinha não tomei jeito porra nenhuma e vou continuar com o projeto da banquinha.

Agora, eu saí pior.




Saí revoltada, desbocada, malcriada e com o linguajar baixo



Sr. Cabeça de Bolinha dizendo: Oh nããão!!!


(sem trema mesmo porque as coisas na nossa língua vão mudar né?! Então estou já me antecipando e treinando), q aliás isso eu já tinha não é mesmo?

Whatever, vou ali comer Engraçadão e já volto!!




Engraçadinha Toca: Kayleigh - Marillion

sexta-feira, setembro 21, 2007

GIRO GLOBO DE NOTÍCIAS


O plantão da Lila Rose informa:


Na manhã de segunda-feira, dia 17 de setembro, homens do BOPE, fortemente armados invadiram o apartamento de Engraçadinha após uma denúncia de pirataria. Presa desde então, Engraçadinha e seu advogado têm um bom álibi contra a acusação: na intenção de montar uma banca de camelô na Uruguaiana para dar de comer ao Sr. Cabeça de Bolinha, nossa prezada colega blogueira tentou baixar um programinha que "destrava" os DVDs originais (não tentem fazer isto em casa), mas, para sua desgraça, o programa pirateador veio com um belíssimo CAVALO DE TRÓIA de grátis.


BOPE vai te pegar...hahahahahaha!


Enquanto aguarda o veredicto, Sr. Cabeça de Bolinha vai três vezes ao dia a delegacia mamar. E, por incrível que pareça, estar longe da mami à noite está fazendo bem ao guri. Ele tem dormido melhor e já está bem mais gorduxinho.


O LAP TOP foi parar no Hospital, convalescendo de uma doença que parece incurável. Talvez seja necessária uma exorcização.


Mais informações a qualquer momento. Boa noite!


Rádio Globo: música, esporte e notícia!!!

sexta-feira, setembro 14, 2007

PENSAMENTOS...

Acho q eu tô ficando meio doida.
Sei não.
Fiquei desde os seis meses e meio de gestação trancada dentro de casa e agora, q posso caminhar com minhas próprias pernocas, não é raro passar os dias dormindo. Prá depois acordar lamentando q o dia passou e eu não saí de casa.

O tempo está passando por mim e eu nem estou vendo...
Eu lembro q na época de Pacotinho, eu dava tudo prá sair de casa.
Também não fiquei um tantão de tempo trancada antes d'ele nascer, né?
Não q eu não saia exatamente de casa, mas é q eu não saio todo dia. E quando não tem nada em especial prá resolver de dia, só saio de casa à noite prá buscar Pacotinho na escola.

Será q é porque eu não durmo direito?
Mesmo assim. Na época de Pacote, dormia muito menos... o Sr. Cabeça de Bolinha me deixa dormir... só acorda 2x, mesmo assim, sempre depois das 4h da manhã.
Ok. É às 4, depois às 6, depois às 9h e por aí vai. Na verdade, esses horários são variáveis.

Aff... tô endoidando ou só estou desacostumada?

Bom, em todo caso, acostumda ou não, o senado fez cagada outra vez.
Eu não gosto muito de comentar sobre política, porque com ou sem eles, se a gente não fizer o nosso diariamente, nenhum deles vai bater à nossa porta prá oferecer dinheiro, muito menos, vão pagar nossas contas, daí... não conto muito com eles. Apesar de entender q o q a gente paga de impostos tem a influência direta deles.
Por exemplo, a CPMF. O governo quer continuar metendo na nossa bunda sem camisinha, relaxando e gozando.
Nem se eu fizer novena pro santo das causas impossíveis, isso muda!
Então, o q se pode fazer num caso desses?

E Bin Laden?
o 11 de setembro passou e ele nem prá dar um pulinho em brasília prá resolver umas coisas. Sim, porque com Renan, só explodindo né?!
Está declarado o dia Nacional do nariz vermelho! Sim, porque depois desse último dia doze, só botando...

Ô Bin Ladenzinho, vc errou o alvo, meu filho!
Rapaz tão simpático...

É... será q eu tô mesmo ficando doida?

Engraçadinha Toca: Pipoca Moderna - Gilberto Gil

domingo, setembro 09, 2007

MUDANDO DE ASSUNTO:

Eu comentei q assisti a alguns filmes:

  • Pequena Miss Sunshine

  • Dreamgirls

  • Letra e Música


Muito bacana o primeiro:



Com participação de Tony Collette q faz a mãe da menina, gostei do filme (ah! eu já disse isso!). É surpreendente, o elenco afinado e a história inusitada mesmo. Não tem cliché ali.

Cliché ali, só as menininhas da foto. A personagem principal, só queria vencer um concurso de beleza, sendo alguém normal e se parecendo com. O mais encantador, é q ela não está nem aí pros estereótipos e perde assombrosamente.

Inclusive, provoca a ira dos jurados, justamente por ser quem é. Ela mesma.

Houve um tempo, em q eu briguei muito prá ser quem sou. Extrovertida, brincalhona, desbocada... mas as pessoas não me levavam a sério mesmo. E pior, eu acreditava nas pessoas.

Depois, parei de dar murro em ponta de faca e resolvi me render ao sistema. Me travestindo de moça recatada prá sobreviver. Felizmente, sou péssima atriz e hoje, encontrei um ponto de equilíbrio e consigo conciliar quem sou, com o q a sociedade espera de mim.

Pelo menos eu acho...

Eu adoro Tony Collette!


Acompanho mal e porcamente a carreira dela desde O Casamento de Muriel. Ela e aquela menina q foi a primeira a pegar o Brad Pitt, a Juliete Lewis.
Vi q essa menina tinha talento e sempre q posso vejo algum filme com ela. E ela manda muito bem.
Prá vcs terem uma idéia, ela trabalhou em O sexto sentido, como a mãe do menininho q era medium; Em seu Lugar, com Cameron Diaz, onde fazia a irmã feia mas bem sucedida e outros filmes q não lembro agora, lórrico!!

  • Dreamgirls foi um esculacho só (prá Beyoncé!).




Jennifer Hudson , deu uma rasteira primorosa em termos de performance e potência vocal na Beyoncé. Não q a Beyoncé não cante. Isso canta e muito, mas encontrou uma oponente a altura. E o pior é q nem foi proposital. Elas estavam interpretando, não deveria ser real.
Mas sabe como é a mídia né?!
Não pode sentir cheiro de disputa no ar, q cai matando.


E aí, bastou as moçoilas irem na Ophra e a apresentadora dar todas as atenções e elogios prá Jennifer, práticamente ignorando Beyoncé, prá começarem os buchichos.
Jennifer acabou ganhando o Oscar, botando assim, mais lenha na fogueira.
Dizem q na apresentação das duas cantando uma música do filme, deu lugar a gritaria generalizada, porque uma queria mostrar q podia mais q a outra.
Sinceramente, perdi esse bafão!

O programa da Ophra eu assisti, mas ainda não tinha visto o filme, portanto não dei importância aquele desdém. Só achei estranho, uma estreante receber mais atenção q a famosa, contudo passei batida até ouvir o buchicho da mídia.

O q eu posso dizer é q Eddie Murphy mandou muito bem, Jamie Foxx irretocável e a história, dizem q é baseada no q aconteceu com as Supremes, grupo liderado por Diana Ross. Inclusive, faz referência até aos Jackson Five.

Bom entretenimento prá quem gosta de música. Eu gostei, mas quem não gosta de música, não recomendo. Porque elas cantam e muito!!


  • Letra & Música meia bomba!




Se vc pegou pensando q ia ver outro Lugar chamado Nothing Hill, ou o charmoso Simplesmente Amor, se enganou redondo.
Comédia romântica adoçada com adoçante de pior qualidade.
O q isso quer dizer?
Q o filme não surpreende nem um pouco. Vc já começa sabendo q os dois vão se apaixonar e pior, não há uma maneira surpreendente prá isso!


(Eu pegava mesmo sendo véi e enrugadinho!! principalmente depois de Divine...)

Hugh Grant continua como o canalha bonachão de tiradas engraçadas e Drew Barrymore, bem... Drew chega perto da garota neurótica, mas fica por isso mesmo.


Tem um brasileiro pegando!

Não surpreende. Apesar do talento dos dois.

Se vc gosta de perder seu tempo com filmes leves, pode pegar, mas nem ao menos engraçado o filme é.
Bem fez Engraçadão q nesse dia, assumiu seu cansaço e foi prá cama mais cedo.
Eu q não obedeci, passei o sábado completamente estragada e o dia inteiro na cama, sendo sugada por vcs sabem quem!

Tenho q aprender a ler os sinais. Definitivamente!

Bj na bunda e bom divertimento.
(até parece q alguém vai na minha...)



Engraçadinha toca: High - James Blunt

terça-feira, setembro 04, 2007

Nossa, como tem sido difícil postar!!
A falta de tempo prá mim mesma me desestimula tanto, q às vezes eu tenho até tempo de escrever (principalmente de madrugada quando estou dormindo!!), mas só a possibilidade de ser interrompida, me broxa!
Sim, meus caros, queridos 5's leitores, mulher também broxa e eu ando nessa fase broxada, xoxada...

Aí vcs imaginem a cena:

Lá estava ela entre uma mordida e outra no
pão com mortadela e queijo branco, daquele meio azedinho o qual ela era
apaixonada, quando a chupeta cai.
Já eram 11:15h da manhã e ela ainda estava
de estômago vazio, porque fora levar seu mais velho a escola a pedido do marido
atrasadão. Ou seria Engraçadão?
Se perguntava por q tomar conta de duas
crianças era tão difícil? Prá depois dar de ombros e resolver se virar, ao invés
de apelar prá auto-piedade.

Então, o pão se acabara e ela percebeu q o
pequeno no carrinho adormecera. Excelente oportunidade prá tomar um banho, já q
tudo ali azedara fazia tempo! Sem cocô, só um bainho rápido sem rodeios.

E lá foi ela, puxando o carrinho com todo o cuidado pro rebento não
acordar, senão.. já era banho!
Pois estava quase entrando com o carrinho no
minúsculo banheiro, quando o bichinho ab riu um olho, ainda caolhinho, já q a
retina ainda não fixara... pobre coitada.
Estava sentada no sanitário
fazendo aquele xixizinho básico antes do banho e pensando se daria tempo prá
tudo.

Pois resolveu enfrentar e entrar no banho assim mesmo, enquanto
ele a fitava em silêncio. Pobre coitada, proletária sem uma doméstica ou babá
prá chacoalhar o menino no colo, enquanto ela se lavava.
Pois foi abrir a
torneira, pro guri rebentar no choro.

Embora ela cantasse debaixo do
chuveiro, com água entrando pela boca, fazendo aquele som engraçado, ele não se
calava. Mesmo ela tendo colocado a cabeça prá fora do box, molhando a toalhinha
de pisar, ele ainda estava chorando e o berreiro só fazia aumentar.

Pobre coitada, sem uma doméstica a lhe servir!! Ela se lavara até a
cintura, deixando o sabonete q escorria, se encarregar da outra metade, q
ficaria prá mais tarde, se pudesse!
Foi saindo pingando tudo, o q não era de
seu costume, mas dada a urgência...
A colocar a chupeta na boca do menino,
afim de calá-lo, mas não calava. Já estava naquele ponto q só peito!
E a
hora só vinha a confirmar isto.

Ah pobre! Enrolou a toalha na cabeça,
botou o soutien e os protetores de seio, prá não molhar tudo e foi chutando o
carrinho prá q saísse da frente, enquanto ela passava pelada pela sala, com o
menino no colo e uma camisola, lhe cobrindo as partes de baixo, afim de q a
vizinhança dos outros prédios não lhes vissem as vergonhas.

Pobre
proletária, sem nem uma faxineira q fosse, prá acalmar seu rebento.
Banho de
rainha, nunca mais. Talvez a natureza lhe agradecesse pelos míseros 5 minutinhos
de banho.

E foi assim q esta pobre q vos escreve, sentou com a busanfa
nua no sofá a dar de mamar àquele q há muito aprendeu a berrar.
Mas lindo
seu cheirinho de novo, o roçar de sua pele sedosa e fina, o calor de seu corpo e
suas bochechinhas a se encherem de seu leite.

Nessas horas, ela pára e
agradece a Deus, pelo pequeno milagre q ali em seu seio se instala. Àquele
calorzinho, q vem aplacar o frio do seu corpo pelado pela metade.
Que Deus
abençoe esse pequetucho chorão esfomeado. Porque vale a pena sim, cada banho mal
tomado, só prá vê-lo crescer.

*********************************************************

Ih!! Nem contei q vi PEQUENA MISS SUNSHINE e DREAMGIRLS, né?!

Vi, gostei, mas comento outro dia, tá?!

Engraçadinha toca: Communique - Dire Straits

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...