Subscribe:

quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Ai, ai, ai!

Quem me acompanha q nem novela sabe!
Eu definitivamente não sou uma pessoa atual.
Posto sobre o natal, depois que acaba o ano novo, falo sobre o dia das mães perto do dia dos pais e por aí vai. Com o carnaval alalaô não seria diferente não é mesmo?
Eu não tenho me identificado com as obrigações dessas festa.
É sempre a mesma merda! Ou vc tem q viajar, ou tem q encher o pote, ou beijar geral, ou acompanhar os blocos ou... pataqueoparál! Devo estar ficando velhusca mesmo, porque não ando tendo o menor saco pro q a boa etiqueta carnavalesca recomenda.
Só tenho tido disposição prá acordar cedo e ir à praia com os moleques e no máximo, encher a cara q ainda é meu forte.
Nem fodendo... aliás, não ando fodendo também!
Engraçadão deve estar a-mando muito tudo isso. Ou tocando punheta em algum lugar coitado. Mas se depender dele também... é todo santo dia.
É meninas, eu não posso mesmo reclamar. Só q meu período de crise, como eu bem disse há dois posts atrás, ainda não acabou e sendo assim, ainda não vesti minhas botas de mulé maravia!
Além do quê, foder-foder mesmo depois de zanus de relacionamento, envolve muito mais coisas do q pode supôr nossa vã filosofia.
Eu ultimamente fico admirando ele de longe.
Fico observando sua boca, fico observando suas rugas já surgindo, seu sorriso e seu jeito de falar. Observo várias coisas e estou naquele estágio de admiração pré-coito, q não coita nunca.
Ah! Deixa eu prá lá, vamos ao q interessa.
O vídeo abaixo, eu fiz pro mulheres e vou postá-lo lá também, assim q seu mestre mandar.
Mas fala de um assunto muito oportuno, q é sobre a lixarada na praia.
É curtinho, q é procês não enjoarem de muito blá-blá-blá q fica chato né?!
Eu falo como se fosse pro mulheres e como todos sabem, lá, eu não fico falando como se fosse eu casada, sobre minha vida e tals.
Lá eu falo como simples mulher q sou, por isso abuso de textos picantes, rancores, amores, mentiras, sexo, traição... cotidiano feminino mesmo. Tudo pelo showbizz afinal!
Quem costuma ir lá sabe como é e quem não vai, tái um convite.
Então... Então, ao invés de ficar de bobeira, vou mostrar:

video

Meus queridos 5's leitores fica aí uma deixa prá exercitar cidadania também na praia.

Bj na bunda!

*Musiqueta -> Hermes e Renato em UNIDOS DO CARALHO

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

NOTÍCIAS DO LADO DE CÁ

No meio da tempestade, nem tudo é chuva, lama e lôdo.
Tem também uns raios, umas trovoadas e uns escorregões. Mas, se eu quiser ficar olhando tudo pelo lado negativo sempre, vcs podem me internar right now!

Apesar de estar postando de casa, por estar com uma puta dor de barriga e caganeira espaçada; apesar daquela sensação de ainda não acabou... ainda estar presente, já tomei o último comprimido do pacote e estou só aguardando as pernas deixarem de tremer prá vazar daqui e ir pro tronco.
É que tem muita coisa prá fazer e se eu não for, tudo se acumula no meu lombo! So...

Bão, vcs meus queridos 5's leitores sabem q eu recebi alta do meu super endócrino. Sabem também que eu consegui esmagrecer mais de 10Kg em 6 meses de tratamento.
Devem saber que eu já entro naquela minha calça que por mais baleia q eu fique, não dou prá ninguém, porque além de ser da Ellus, marca pela qual eu sou apaixonada, essa calça é que me motiva a continuar.
Fora a calça, mês passado eu entrei num vestido meu, q é, sempre foi e sempre será meu sonho de consumo. Pena que não fotografei! Aliás são dois.

Eu e Engraçadão fomos levar minhas duas bundas prá passear e eu sismei de vestir o vestido.
Ele é preto, tomara q caia, de helanca (vamos dizer assim) da extinta loja Elite Models (da agência de modelos) e tem uns trequinhos fazendo de franja, mas não é tecido, é como se fossem canutilhos, também pretos.
Prá night ele é ideal. Prá ensaio de escola de samba, q foi o caso, ele é perfeito.
Usa-se com sandália beeem alta de preferência. Aah! E sem calcinha porque senão marca e fica U_ó!

Aí é q tá.
Quando eu batia um bolão com roupa e principalmente sem roupa, eu vivia sem calcinha.
Agora não. Mesmo estando 10kg mais magra, estou com aquele efeito Denorex na minha cola.


Ah não é do seu tempo? Denorex - parece mas não é! Olha q explicar piada é um cu!


Então, de roupa eu estou batendo um bolão, quando tiro é q a minha segunda bunda aparece. E como usar um vestido desses com duas bundas? Fiz o teste do espelho, mas inclusive, eu amo meu espelho por isso. Ele mente! Meu espelho assim como sua dona, é mau caráter do olho junto e emagrece todo mundo. Ainda dá uma alongada!
Olha q show!! Vc já sai de casa com a auto estima lá em cima.
Quando eu fico na dúvida, recorro ao olhar impecável de Engraçadão, que não poupa nem a Virgem Maria.
Daí q ele disse q tava bão, mesmo sem calcinha.
Fomos nós pro ensaio da Grande Rio no Monte Líbano levar minhas bundas prá rebolar.
Vamos pular a parte em q lá estava entupido de gente, quente prá caralho, com poças d'água no chão e apenas 5 banheiros químicos. Eu disse 5 banheiros químicos!

De lá prá cá, fui fazer
outra visita ao cirurgião, porque depois do episódio da praia, não tem jeito mesmo... Não contei né?
Estava eu na praia com a família e
ela foi prá dentro d'água comigo.
O mar estava calmo demais, uma delícia a temperatura da água e de repente eu olho prá baixo e vejo a minha segunda bunda boiando.
Vcs meus queridos 5's leitores devem estar se perguntando: Ma comme?
Ué, ela fica devidamente escondida dentro do biquini, o q dá aquele efeito de batendo um bolão, mas a força das marés são impetuosas e incontroláveis. Essa força tirou minha bunda da frente de dentro do biquini e quando eu vi, ela tinha criado vida própria e estava se refrescando assim como eu.
Eu gritei nãããããããão!!!
É muita ousadia. Saí correndo da água, parei de empurrar com a barriga e fui visitar outro cirurgião.

Não senti firmeza naquela médica (vai ter q ler o post prá entender). Apesar de ser do SUS, ela atende também em consultório particular e já havia conseguido angariar Dona Engraçada como cliente.

É... Dona Engraçada anda com a Síndrome da Imagem Distorcida, mais conhecida como EU NÃO ACEITO A IDADE QUE TENHO!
De maneira q ela sempre monopoliza as atenções de qualquer médico. É uma ansiedade... whatever, eu fui com ela ao Pró-matre, porque tem um cirurgião lá q operou o rosto de uma vizinha de Dona Engraçada que parece, ficou maaaaaaara!
Não titubeamos as duas. Apesar de o serviço ser pago, ainda é abaixo da tabela de uma clínica particular. E... cai na real Engraçadinha, esse ano vc vai trocar de carro né?!

Bom, chegando lá, o cara é uma graça, super atencioso, conseguiu dar atenção igual às duas, pegou na minha pança, pegou no meu peito assim , pegou assado sem pedir meu telefone, fez cálculos e chegou a conclusão que eu tenho uma hérnia umbilical e que tenho que operar meeeeeismo.
Essa operação de hérnia, foi graças à gravidez (qual das duas é q eu não sei!) e isso vai me render uma cintura linda, uma barriga off e peitos de dar inveja a qualquer globeleza de carnaval.
Melhor que a outra médica, ele explicou vários porquês, menos o significado de hérnia.
Quando vi o preço da bagaça, me deu só vontade de morrer, pq não é caríssimo, mas minha prioridade é o carro.

Minha santa mãezinha, já fora do consultório disse q eu não precisava sentir vontade de morrer assim em vão. Bastava não operar prá morrer de verdade! Dona Engraçada que trabalhou a vida toda no Hospital de Ipanema e entende do riscado, falou q se a bicha estrangular ou crescer, ela explode e eu vou junto. Kuááááá. Só q minha mãe fala de um jeito, q não parece sério, porque eu continuava rindo e dando graças, porque agora poderia operar sem culpa.
Sim, porque cirurgia (qualquer uma) envolve risco. De maneira q essa é a última vez q eu quero deitar numa mesa de cirurgia.. Então é prá fazer tudo.
Mas deitar-me sem culpa é maaaaaaaaara.

Então galera, tô pensando sériamente em abrir uma vakinha virtual prá levantar verba prá operar.
Ah!!! E não se esqueçam, o show do Keane tá de pé!
Não fode, ora!
Tão pensando q eu não vou?!




Engraçadinha playando: Promessas do Sol - Milton Nascimento e Grupo Água (1972)

quarta-feira, fevereiro 11, 2009

EU TAMBÉM QUERO

Caraca!!
Estava observando a quantidade de comentários que esse meu último post deu
e não sei se foi pelo meu brilhantismo, carisma, sobretudo pela humildade q
é minha característica mais marcante, ou se foi mesmo pelo Titãs, mas
caramba!! Em vias normais, podem conferir logo ali abaixo, não dava isso
tudo não!

Fiquei até com vontade de não postar nunca mais.
Porque aí ia ficar sempre lotado de comentários. Ou melhor! Eu posso também
colocar o marcador Titãs em todos os posts q eu fizer, só pra ser um
chamariz de fãs insandecidos. Mesmo que eles me xinguem, não tem problema,
o q nóis qué é comentários!!

Agora, parando de palhaçada e falando sério, muito sério mesmo... eu não
ando nada com essa felicidade toda que parece transbordar nesses dois
parágrafos de cima!

Quem me acompanha q nem novela sabe! Vou falar um pouquinho em código tá
(afinal isto é um blog mas botar a bunda na janela tem limites!)?! Tipo...
essas pessoas que são metidas a intelectualóides e fazem posts tão difíceis
de digerir, q a grande massa ignorante costuma dizer q são gênios.
Um exemplo? Gerald Thomas. Mas esse até q ultimamente anda muito melhor que
há 10 anos atrás! Believe me!

Bem, meu ano de 2008 não poderia ter sido melhor. Eu estava com um puta
medinho que ele acabasse, porque foi o ano em que eu mais me dediquei,
esperando, claro, ganhar algo significativo em troca. Ninguém joga pra
perder, antes q vcs me apedrejem.
Eu chorei muito pouco naquele ano! Quer dizer, só qdo Sr. Cabeça de Bolinha
tinha alguma coisa, ou na vez em q o Pacotinho operou o bilau, mas lá no
fundo, eu sempre tive a certeza de q tudo daria certo. E deu.

Eu estou falando de outra coisa.
Estou falando de vida, de projetos profissionais...
Vcs meus queridos 5's leitores, que me acompanham desde 2004, sabem que eu
nunca mais falei de trabalho aqui no blog.
Tenho evitado meesmo expor esse lado! Não por medo de represálias.
Principalmente pra resguardar esse lado e não expor outras pessoas.
Felizmente, depois que o Português da Padaria me deu o pé, depois de
aguardar quase um ano no purgatório, eu estou trabalhando com alguém que eu
sempre quis!

Hugo Boss que é o perfume em pessoa, me valoriza, divide tudo comigo,
acredita em mim e investe como ninguém investiu até hoje. Devo muito a ele
e antes de tudo, devo muito a mim.
Eu sou daquelas pessoas, que quando vc acredita em mim e me dá liberdade,
eu sou capaz de entrar numa briga por vc, já dando voadora sem saber nem o
motivo da peleja. Fidelidade canina.

Só que chega um momento, que você quer que seus sonhos se realizem.
Chega uma hora, que você também quer subir no pódio e nem sempre as coisas
estão nas mãos de quem poderia, hipoteticamente, mudar a situação.
E como tudo são escolhas, vc tem que escolher.
É meu nego, o universo é constante movimento e está na sua hora de decidir.

Eu decidi que as coisas devem acontecer neste momento.
Estou revivendo quase 14 anos atrás da minha vida (voltei ao mesmo ponto,
guardadas as devidas proporções!).
Naquela época eu não tinha absolutamente nada a perder. Hoje tenho.
Tem horas que bate aquele cansaço tão grande como ontem.
Caraaalho!
Ontem foi foda!
Segunda feira retrasada foi foda.
Cá estou eu com os olhos novamente inchados na frente de todo mundo, tendo
que repetir mecanicamente que siiim, está tudo bem! E com sorriso hein!

Mas não. Não está!
Eu estou muuuito cansada. Eu quero mole só um pouquinho.
Eu não tenho colo de pai e mãe, desde os 7 anos de idade e minha vozinha, a
única que me dava colo, foi embora há 7 anos.
Desde então, eu sinto o peso do mundo sobre meus ombros, sem cessar!
Ninguém, absolutamente ninguém passa a mão na minha cabeça.
São só cobranças.
Fora as cobranças, eu ainda não posso fazer uma série de coisas que o livre
arbítrio e o direito de ir e vir me permitem fazer. Não sem alguma culpa,
não sem medo de magoar, não para evitar brigas. Isso não é se anular?

Carláleo. Eu preciso!
Eu preciso desesperadamente vencer. Eu preciso ganhar aquela medalha bonita
e subir no pódio! Eu venho batalhando arduamente há tanto tempo pra ter
justamente isso.
Fora Engraçadão, mais ninguém me dá suporte.

Os meus pais não me assistem. Eu não tenho pais. De verdade.
São duas pessoas absolutamente egocêntricas, que nunca me pouparam. Nunca
se perguntaram se eu suportaria o peso de suas escolhas egoístas e
inconsequentes (o trema morreeeeeeeeeeeeeeeeeuuuuuu poooorraaa! ). Eles
nunca quiseram saber, nem nunca observaram que eu podia estar olhando (e
sofrendo) tudo a espreita e que isso podia me prejudicar.
Caraaalho, que eu só me dei conta de que não se trata uma criança assim,
agora! Agora que eu sou mãe.
Eu e Engraçadão somos super preocupados em não deixar os meninos
participarem dos barracos e das discussões homem-mulher. Não q a gente tape
o sol com a peneira. Pacotinho principalmente, já comprou barulho meu e
sabe muito bem quando papai e mamãe estão zangados um com o outro.

Mas participar das brigas e desavenças de um casal?
Colocar nas mãos do filho a responsabilidade de uni-los? Isso nunca!
Criança tem q brincar, criança tem q colorir. Bom... vcs já conhecem o
estatuto da criança e do adolescente.
Por isso eu estou esgotada!
Desde há muito eu não conto com eles. Só vozinha que me deu a mão e foi um
anjo bom que me deu afeto, colo... mas é duro vc não ter isso de quem
deveria dar.

Não vou ficar me lamentando por muito mais tempo.
Esse post já está feio demais. Está horrível.
Lamentos não fazem a terra girar, não movimentam o mundo, nem resolvem os
problemas. Ok, eu precisava vomitar a bola de pêlo e já consegui por hoje!

Eu estou tirando a capa, estou descendo do avião invisível, retirando as
botas sujas de lama e colocando o shortinho estrelado pra lavar.
Nesse momento, eu recuso a alcunha de super-heroína. Não quero!
Sou só uma simples mortal que quer um pouco mais da vida.
Que veio aqui pra ser feliz e contaminar tudo ao meu redor com felicidade.
Minha casa, meu marido, meus filhos e a mim mesma.
Eu quero isso, eu posso, eu consigo, mas eu estou cansada.
Muito cansada.
Chega.

quinta-feira, fevereiro 05, 2009

BADALAÇÃO – É MEU NOME DO MEIO!

APERTA O PLAY E ESCUTA!
TITÃS/ARNALDO ANTUNES - O PULSO


Desde os primórdios, até hj em dia, o homem ainda faz o q o macaco fazia!
Eu não trabalhava, eu não sabia, o homem criava e também destruía!


A bem da verdade, eu nem sei porqueraios eu comecei o post com esse verso de Titãs!
Kuáááááá!
Sei siiim. É porque no sábado passado, eu fui ao Ooooooooi Noites Cariocas, a convite da minha querida irmãzinha.

Funciona assim: Minha little sister trabalha numa agência de publicidade voltada pra marketing digital. Daí, a Oooooooooi, é cliente deles.
Ok. A agência não me pagou nada pra fazer propaganda, mas eu vou fazer assim mesmo.
O nome é FROG e quem manda naquela porra, é o Luiz Calainho, ex-noivo ou ex-futuro-ex-marido de Angélica.
Tipo assim, ex-peguete.
Pois é..., aqui no Rio de Janeiro de meu Deus, quem manda na night é ele e o Alexandre Aciolli (Ah! Não sei como se escreve essa porra, q eu nem devia estar dando nome verdadeiro dos zôtro).

Anyway, voltando ao funciona assim, funciona assim:
Irmã chama namorado que agora é ex.
Namorado que agora é ex não gosta de Titãs.
Irmã fica sem opções, já q está sofrendo algum tipo de lapso mental e na falta de figuras pra preencher o convite que acompanharia sua credencial, ela resolve chamar the older sister, no caso, ENGRAÇADINHA, me-me-me-myself!!

Eu fiquei meio assim assado, pois afinal tratava-se de um sábado e lá em casa, sábados e domingos são preservados.
São dias sagrados da família, então eu jamais poderia sair em vias normais, até porquê, meu dia é quinta. Todavia, estou com crédito cumulativo de 4 quintas (completos hj), daí que Engraçadão não implicou.

Beeeeeeeeeeemmm, lá fomos nós.
A bat-missão de my little sister, seria ciceronear uma blogueira, a Rê, que é irmã do Flá, que escreve no chongas (eu jurava q era com X – até sugeri a versão feminina: Ximbicas, mas não colou! Whatever!) e que faria a cobertura do evento para o site da Ooooooooi!

A menina é uma fofonilda. Linda, linda mesmo. Um docinho.
E a garota é toda cibernética.
Eu jamais poderia ser protagonista de um evento desses, pq minha câmera fotográfica babou, eu não tenho filmadora, só um laptop q desliga qdo ta com calor e um celular faz tudo q até é da Ooooooooi, mas q em termos de resolução pra filmar não é lááááá essas coisas. Sem contar, q eu aaaamo tudo mambembe.
Simples é maaaara, menos é mais e por aí vai!

My dear Little sister ficou comigo no início do evento antes de encontrarmos a Rê. Assistimos ao show de El Niño, que vem a ser cabeceada por Teco Padaratz, ex-bamba do surf na década de 90’s por aê, se Tico & Teco não estiverem me passando informação errada.

Meus querido’s 5’s leitores, serei muito sincera convosco.
Eu só me aproximei do palco Lounge pra ver se ele continuava gato mesmo.
E a bem da verdade, descobri que Teco Padaratz nunca foi gato, pra minha decepção. Também pra minha decepção, o cara já emplacou uma música em Malhación! Bem assim, no molinho-molinho!! Hummmmmmm...
What?


Foto gentilmente ROUBADA do site da Oooooooi

Arranjo, instrumentais, etc são bãos. A banda toca q é uma belezura, mas a voz do cara... sei não. Eu preferia ele em cima das pranchas, mas quem sou eu pra dizer quem deve ou não soltar o gogó não é mesmo?!
Teco Padaratz tem uma banda ensaiadinha de surf music brasileiro (olha a ironia aêêê geeeente!), Teco Padaratz tem uma banda que toca muuuito bem, ele também se sai bem no palco, tem uma performance de entrega, tipo aquelas em q o cantor está em transe e por conta disso acaba empolgando a platéia, ainda sim... digo e repito! Di grátis, até injeção na testa né não?!

Acabou o show, fui informada por my dear fucking sister, que ela iria no backstage com a blogueira Rê, para entrevistar a banda e q eu ficaria de fora da bagaça.
COMO ASSIM EU FICARIA DE FORA DA BAGAÇA, BATMAN???
Nunca. Nunquinha.
Na pior das hipóteses, eu seqüestraria irmã, blogueira, laptop, câmera, celular, filmadora, botaria tudo debaixo do braço e queria ver, quem, who, entrevistaria Titãs?

Bom, as forças do bem estavam ao meu lado!
Ela encontrou um cara do Staff do Titãs, funcionário da Ooooooi e informou sobre a entrevista e tals e ao q fui apresentada, mandei logo na lata:

EU MANDANDO NA LATA – A parada é a seguinte: Eu sou a irmã mais velha e se eu não entrar, minha irmã não entra!!

O cara deu uma piscadinha pra mim e disse q tinha jogo.
My dear little sister de queixo caído com a minha performance me chama de cagona pra baixo e se admira com o poder do meu carisma p/ encantar seguranças!
O cara era super gente boa também... não posso omitir esse fato.

Passada essa etapa, fomos pro backstage encontrar os caras.
A Rê, larga a filmadora na minha mão e entre um teste e outro, ela descobre q não tinha nenhuma pergunta pra fazer pros caras.
Ora! Eles estão há 25 anos na estrada, tocam praca... mesmo não tendo fumado maconha naquele dia, eu também não pensava em nada. Só no óbvio.
Tipo...

EU – Rapazes, nesses 25 anos de carreira eu percebo q a banda encolheu. E curiosamente eu só me lembro dos nomes dos caras que saíram, fora o Tony Belotto (pq Tony Belotto é gatinho). Respondam: Qual o nome de vocês?

É claro q a Rê não quis usar minha sugestão de pergunta. Eu achei até muito criativa, mas...

Tinha outra pergunta mais criativa ainda. Por exemplo:

EU – Rapazes, nesses 25 anos de estrada, é verdade que vocês o-dei-am Sonífera Ilha? E se odeiam, porqueraios vcs sempre a tocam no show?

Bom, essa também não ia dar certo, pq depois eu lembrei q todo repórter cretino faz essa pergunta pra eles.
Então, preferi ficar segurando a câmera mesmo e não falar nada.

Eis que ei-los!
Cara-tipo-assim, porra, dá um nervosão!
Parece q desligaram todo o áudio ao meu redor. Eu só via caras e sorrisos e não entendia puoooooorrrra nenhuma do que a Rê estava perguntando. Muito menos do q eles estavam respondendo.
De todo modo, a mão se mantinha firme no quesito filmagem. A mão sim, a luz não!
Tinha uma porra de uma luz no meio da bagaça que simplesmente apagava a cabeça dos Titãs.
Como assim batman?
Assim.
Apagava a cabeça dos caras.
Aí eu comecei a fazer uma mímica de “merda, q merda!” e o Charles Gavin sacou logo q era a luz.
Ele muito simpático, gracinha e popozudo, propôs q todos trocassem de lado e assim, as fotos prosseguiram.

Quando pude finalmente largar a filmadora, perguntei aos rapazes se poderia agarrá-los, ao q todos concordaram.
Eu sei, meus queridos 5’s leitores, q eu sou uma bostona mesmo!
Justo no dia em q tudo isso acontece, eu resolvo ir pra night destituída de celular-câmera-filmadora.
Beijei todos. Comecei pelo Charles, depois o Branco Melo, com seu jeito de cão da raça Lhaza Apso, depois foi ooo... oooo... ah! O Belotto, claro! Depois do Belotto, foi o ooo... oooo... AH! O Sério Britto, claro!



Peguei na mão grande no site da Oooooooi


Aliás, pausa pro adendo:

Ok. Tony Belotto é gatinho e tal, é da Malu, todo mundo sabe e tal, mas pô, vamos aos fofonildos de verdade? Cara, Sérgio Britto tem um arzinho cool-punk seeeensacional.
Muito linducho. Ele investe no visual. Não fica com aquela cara de roqueiro-lugar-comum, saca?! Admiro muito o estilo dele.
Outro q se eu pudesse, pegaria no colo e chamava de meu nego, é Paulo Miklos.

Queridos 5’s leitores, o q q é Paulo Miklos?

Uma delííícia de pessoa, simpaticíssimo, gente como a gente, de carne e osso e me ganhou no ato, só porque é sacana.
Aliás, eu pego amor rápido por gente sacana e ele foi um caso desses.
Foi lindo qdo a Rê mencionou o nome do blog do irmão dela.

Tipo, os caras ficaram de visitar e tal e ao se depararem com o nome CHONGAS, Paulo deu aquela olhadinha de ladinho pros outros q devolveram o olhar, com aquelas caras de sacanas de:

“Aêêêê!!! Tamo no CHONNNNGAAAS!” ou “PUTAQUEOPARIU! Q porra de nome é esse e nós vamos sair nele?!”

Nessa hora, me deu uma vontade quase irresistível de largar a câmera e sair correndo, gritar q faríamos um feminino chamado XIMBICAS, mas ninguém me ouviria, além do mais, câmera não fala. No máximo dá um beijinho e deseja bom show.
Daí, foi o q eu fiz e o Paulo falou:

PAULO MIKLOS FALANDO – Divirta-se Engraçadinha (mentira! Ele não falou meu nome)!
EU – PRÁCARALHO! Pódexá! (essa parte foi verdade. Não sei o q me deu!)


Só a Rê que registrou uns parcos momentos, mesmo assim, ninguém me clicou agarrada nos caras.
As fotos q se seguemm, foi de nós no camarote vip, depois do encontro.





Notem no detalhe, Gianne Albertoni de róóóóbert na parada.
(É. Eu sei! Ela não aguentou!)

O show foi impecável. Dizer isso, é o mesmo q chover no molhado.
Dancei muito, gritei muito, cantei junto quase todas as músicas, pórém, todas do Cabeça Dinossauro, q pra mim, mostra q Titãs é punk e pronto. Pra mim, é a melhor fase dos caras.
Ok. Cantar todas as músicas desse álbum, delata sua idade, mas como eu tô cagando mesmo pra esse lance de idade, cantei tipo berrando mesmo!
Tanto, mas tanto, q a Gianne não aguentou (ai q o trema mor-reu!)e deu uma dançadinha.
Sabe como né?! Modelo não dança, no máximo faz cara de blazé e pronto.

Eu sei q os caras não me conhecem nem vêm aqui ler o q eu penso sobre eles, mas quando o show acabou, queria muito dizer a todos eles, q eu sou imensamente grata, por ter nascido numa época, em q vi o nascimento da banda, q eu pude acompanhar a evolução, o visual louco, os programas do Chacrinha, a fase Cabeça Dinossauro, onde todo mundo q eu conhecia tinha ao menos uma k7 copiada... é...

Bj na buuundaaaaaaaaaa!!


Engraçadinha tá playando: O PULSO - Titãs (Dããããã!)

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...