Subscribe:

quarta-feira, outubro 31, 2007

O Q TÁ ROLANDO!

Tenho umas maniazinhas chaaaatas:

Só consigo começar a fazer a comida, depois q já lavei a louça toda. Não adianta!
Hj mesmo... o bicho pegando, Sr. Cabeça de Bolinha gritando a plenos pulmões no colo de Engraçadão q inútilmente tentava acalmá-lo e eu lá, com arroz por fazer, um feijãozinho prá esquentar e umas parcas louças na pia e... bem, eu não conseguia começar a fazer a comida, tive q lavar a louça, q por fim ficou pela metade, porque fui cuidar do Sr. Cabeça de Bolinha q estava cheio de cólica.

Aliás, ontem foi dia de pediatra e para meu espanto, o bichinho não está ganhando peso direito.
Mas e aquele menino q fica no meu colo sugando dia e noite, quem é então?!
É o próprio, lógico.
Esquisito mesmo. As coisas não batem! Ele mama bem, tem uma força du cããão, já equilibra o pescoço, fica durinho no meu colo em pé, tem a carinha e o jeito de sadio, mas na balança, não confere.
Ele está medindo 58cm, a circunferência da cabeça também cresceu, ganhou algumas dobrinhas, mas de um mês para o outro, não engordou nem 1Kg.

Já chorei, fiquei tristucha rezando em silêncio e me perguntando aonde q eu errei. Mas a resposta continua silenciosa. Mesmo meu coração berrando q ele está bem. E ele está bem! O pediatra também acha q ele esteja bem, de qualquer maneira, teve q entrar na mamadeira.
E entrar na mamadeira com apenas 3 meses de vida, significa cólicas.
Ontem começou com o Nestogeno depois do peito. Mama pouquinho do leite, mas o pouquinho suficiente prá fazer um estrago.

Lembro q Pacotinho começou com este leite aos 8 meses, quando já comia comida de sal, então não teve problemas.


Sr. Cabeça de Bolinha, muito provavelmente herdou aquela lumbriga q habita o corpo de seu pai.
Só pode ser.
Engraçadão quando pequeno, era só joelhinho, cabeça e costelas. Dizem q dava prá contar e tome-lhe fortificante. Mas o menino era saudável q só! Corria prá cá, prá lá, brincava o dia inteiro, dava até porrada nos outros (Engraçadão sempre foi marrento!!) e magrelinho, magrelinho...
Já q o Cabeça de Bolinha é o pai cuspido e escarradinho, por q não ter herdado a mesma lumbriga? A Jupira...?!

Eu acho q ela existe.
Meus filhos são assim, altos e magrelinhos. A gente chama de maguiça. Mas têm saúde, graças a Deus.

É... vcs meus queridos 5's leitores já sabem q eu só vou sossegar, quando vê-lo ganhando peso né?!
Meu coração de mãe não vai se aquietar enquanto isso não ficar resolvido.
Dá um medo... dá medo d'ele não querer mais meu peito por causa daquela borracha! Contudo, como disse o pediatra, se até bicho a gente treina, por q com gente q tem um cérebro muito mais capaz, seria diferente?!

Desculpem meus queridos, q eu ando ausente.
Além do pouco tempo, estou completamente broxada depois de ontem.
Penso em coisas prá escrever, mas quando vem o tempo, eu simplesmente não consigo ligar a máquina. Nunca imaginei q isso fosse acontecer.
Dizem q quando a gente tá triste, fica muito mais fácil desabafar, mas eu estou mudando... eu sinto vontade de me encolher e ficar quietinha em silêncio.

Tá... tá sou um poço de drama, eu sei. Sou escorpiana. Sinto as emoções quase q me pinicando, mas não consigo ser diferente...

Bem... como não sei quando darei as caras novamente, vou fazer um post duplo:
Um tristucho e outro alegrinho, vou tentar.
Mas tem q comentar, tá?!
Porra, tô falando sério!!




Engraçadinha aperta o play: WONDEROUS STORIES - YES (difícil de evitar)

Jura??

Jura q vc é discreto?
É discreto mesmo??
Tá bom, vou fingir q acredito!
Eu descobri, q além de discreta (é sério!) sou educada, porque nunca antes na história desse bebê (plageando o Lula Lelé) vi tanto maluco me cercando nessa vida!

PRIMEIRO ATO

Engraçadinha na esquina de uma rua, com o Sr. Cabeça de Bolinha pendurando no ombro, assim como um saquinho de 1Kg de feijão, quando ouve duas velhinha ao lado conversando. Até aí, nada demais. E ao longe se ouve:

VÉINHA - Qual é o nome?
EU - ... (muda estava, muda fiquei; não sabia q era comigo)
VÉINHA - Qual é o nome?
EU - ... (ainda não havia me dado conta q era comigo!)
VÉINHA - Qual é o nome do menino (me cutucando, pode?!)?
EU - Sr. Cabeça... (dexei o Bolinha de fora, porque... vai saber...)
VÉINHA - Ah q lindo nome!!

E foi-se.
E fui-me quase correndo.

SEGUNDO ATO

Estava no ônibus indo pro Pediatra, com com o Sr. Cabeça de Bolinha pendurando no ombro, assim como um saquinho de 1Kg de feijão, quando uma mulher se aproxima do meu ouvido, assim num zip-zap-zupt (lembra dessa Cláudio - da Pinky??) e diz:

MEIO VÉIA - Pergunte ao pediatra se não faz mal carregar bebê em pé assim, q faz mal prá espinha?

E num zip-zap-zupt ela se senta duas cadeiras na minha frente, sem me dar a oportunidade de com todo o meu glamour e lingüajar baixo, mandá-la ir à merda, senão coisa pior.
Eu güento???

TERCEIRO ATO

Estava eu indo prá Ipanema na semana passada, de buzum, prá fazer o teste da orelhinha no Sr. Cabeça de Bolinha, sentada no banco da frente do buzum, toa suada, roupa grudada, cabelos grudados na testa, suava eu, suava tu, suava até o buraco do tatu, quando senta uma menina ao meu lado.
Dessa vez, o pequetucho estava deitado dormindo e suando também. Sim, porque apesar do tempo feio, tava abafado prá caralho e eu tive q colocar muita roupa nele, porque corria o risco de pegarmos um toró.
O outro grande motivo, foi evitar os malucos de plantão q esse menino atrai.
Hj em dia, eu sou proibida de sair de casa com o menino descalço, porque do porteiro ao mendigo, passando pelo cara da banca de jornal, transeuntes, meninas de mãos dadas com as mães, cachorros, papagaios, periquitos e até o sinal de trânsito, também conhecido como semáforo, me interrogam todos juntos:

TODOS - MAS ESSE MENINO TÁ DESCAAAAALLLLÇO?!

Ah, vai tudo pro caralho vcs!
Mas voltando:

Senta uma menina do meu lado, com uns 24 anos, cara de universitária (não, não era uma puta desfarçada, era universitária mesmo!), branca como uma cêra, cabelos pretos como a graúna e de repente ela...

ELA - Qual o nome dele?
EU - Sr. Cabeça de bolinha. (Porr... vai começar!)

Sem sacanagem, 5 minutos depois:

ELA - Lindinho ele né?! Dá muito trabalho?
EU - (estupefata!!) Normal... trabalho normal q bebê dá! (eu não quero conversar! eu não quero conversar! eu não quero conversar! Deeeeeus eu tenho q parar de suar!!!!!)

Ainda sem sacanagem, tô falando sério, 5 minutos depois:

ELA - É seu filho?
EU - (estupefata, mas rindo por dentro) Não sua doente, achei na rua É.

2 minutos depois:

ELA - Eu não entendo essas mulheres q não querem ter filhos, porque imagina, depois q fica velha, fica sozinha e blá blá blá.
EU - Não, quer dizer, a-han, a-han...

Acabamos conversando, mas a mulher era louca e tão nova, tadinha... foi engraçado até, ela era tão doida com suas convicções, q se tornou engraçado e ela acabou conseguindo arrancar mais q duas palavras de minhas respostas.

Hoje não encontrei nenhum doido pelo caminho.

Bj na bunda.

quinta-feira, outubro 25, 2007

SEM SACO NEM NADA

Q eu nasci desprovida de saco, não é novidade alguma, mas como ando numa wave meio stopped by now, resolvi copiar do Du, q copiou do Eudi, q não sei se copiou de alguém.

JQUESTS
Perguntchitchas com respostchitchas malcriadas!
1- o que você estava fazendo há exatamente 10 anos?
R. 1997? Morava lááá em Jaca-cu do Judas, perto até city, trabalhava num jornal, ganhava relativamente mal, bebia quase todas, saía práca, viajava nas férias e saía todos os fins de semana. Meu sonho, era casar com Engraçadão e sair de Jaca, se fosse possível!
2- o que você estava fazendo há um ano?
R. Tentando fazer sexo sem engravidar. Quer dizer... engravidar eu já queria.
3- cinco lanchinhos que você gosta:
R. Pão com mortadela ceratti e queijo minas, café quentinho, pão com ovo mexido no sal-leite-pimenta calabresa e só. Caso não tenha dado 5 lanchinhos, é só comer de novo!
4- cinco canções que você sabe a letra toda:
R. The Latest Trick (dire straights), Insensatez (com Tom Jobim e Sting), Kaleigh (Marillion), Wonderous Stories (Yes) e Bichos Escrotos (Titãs)
5- cinco coisas que faria se ficasse milionária:
R. Iria pruma clínica de estética para tirar o tribal em forma de estria q está em volta do meu umbigo e daria um jeitinho nos seios, com o melhor cirurgião do ramo; pegaria a família e iria prá Saint Tropez tirar umas férias debaixo de sol e mar, para rodar a Europa logo em seguida; montaria um negócio (ou dois) prá família administrar; me mudaria provavelmente pro Leblon ou pro Jardim Botânico (compraria uma casa em Nothing Hills também!), mas moraria numa casa com bichos e junto com uma das minhas melhores amigas, montaria um projeto social prá crianças.
6- cinco maus hábitos:
R. Ser ruim prá sair da cama; detestar faxina, apesar de contribuir quando dá; gostar de fumar; gostar de beber; ter preguiça prá me exercitar mesmo sem grana.
7- cinco coisas que você gosta de fazer:
R. Amamentar; conversar com meus filhos; ver filmes; ouvir música; ficar na internet e namorar.
8- cinco coisas que você jamais usaria:
R. Legging, skinny jeans, polainas com salto, qualquer coisa balonê, batom lilás, cabelo desconectado (never-ever again!).
9- cinco brinquedos preferidos:
R. meu laptop; Zé Guilherme (de Engraçadão); KY e outros q eu possa interagir com as crianças; adorava banco imobiliário!
Bão, fica aí a deixa prá quem quiser copiar e brincar também.
Bj na bunda!


Engraçadinha Toca: Promessas do sol - Grupo Água & Milton Nascimento

sábado, outubro 20, 2007

CHEEEGAAAA!

Depois de um início de semana marcado por intrigas, gritos, discussões e um lamento no blog q durou quase uma semana, eu resolvi dar um basta!

Chega de ficar remoendo mágoa. Isso faz mal e dá rugas.
Sabe, minha vida não está saindo muito do lugar. É o período da maternidade recente.
Normal ficar parada e quando isso acontece, a gente dá importância exagerada ao q não deve importar.

É claro q existem laços, q infelizmente a gente não pode cortar. Mesmo q eles não tenham quase nenhuma afinidade com vc. Só existem pelo fato de serem laços e não opção.
Então, resolvi botar força na peruca e seguir com minha vida. Se algum acontecimento ruim resolver cruzar meu caminho, vou finalmente falar às claras e mandar tudo pro caralho, mesmo sabendo da existência dos laços.

E os meninos??



Bem, nosso amado Pacotinho, diz prá todo mundo q fez 5 anos.
Lindo me deparar com essa inocência da infância, q crê piamente q quando se faz aniversário, as coisas vão mudar de verdade!

A gente tem q aprender muito com as crianças, principalmente no q diz respeito a fé no futuro.
À medida q a gente vai crescendo, é tanta informação, tanto terrorismo, um acumulado de coisas ruins, q a nossa fé vai encolhendo.

Já Sr. Cabeça de Bolinha, começa a brincar de falar.



Mexe a língua prá lá e prá cá, junto com os lábios, num movimento descoordenado e um esforço incrível para emitir algum som. Ele está obtento sucesso nessa conversação, tanto q além do sorriso banguela, agora dá risadinha. Mas a risadinha, é privilégio de poucos espectadores (eu, diga-se de passagem!)

Eu deveria agradecer aos comentários antes de começar o post, mas como ando com a cabeça nas nuvens, fiz o contrário.
Então, deixa eu agradecer agora:

Aos meus amigos blogueiros, q mesmo sem saber o real motivo da minha insatisfação, me deram palavras de apoio e encorajamento, quero de coração dizer o quanto sou grata a Deus, por tê-los em minha vida. É nessas horas q eu vejo q não sou exatamente tudo o de ruim, q pensam de mim. É nessas horas q eu me sinto querida e amparada.
Obrigada.

E a música de hj, aqui na rádio Engraçadinha, é uma música antiga do YES. Sabe o q eu sentia toda vez q ouvia essa música?
Sentia um encantamento... como se eu fosse transportada prum mundo mágico, de fadas, de brilho, de paz... ia prá beeeem loooonge!


Engraçadinha toca: Soon - YES

terça-feira, outubro 16, 2007

Guess what!

Pois é!
Cláudia escreveu muito bem nesse post aqui. Pode ir lá q é curtinho. Só duas linhas.
Aproveitando o gancho, quero falar sobre o assunto adequando a minha realidade.
Por q as pessoas mudam tanto, à ponto de se parecerem outras e pior!! Por q elas agem, como se vc fosse um completo estranho?

Às vezes eu sinto vontade de apagar toda a minha infância e o meu passado. Porque sinto, q de todas aquelas pessoas q formaram meu caráter, a única q me conheceu e continuou entendendo a minha língua, infelizmente não está mais entre nós.

É um pudor desnecessário, a ponto de cercear até os temas em q vamos conversar. E tudo isso em nome de quê?
Para se proteger a outrem.

Sabe, eu pensei q tivesse sido criada dentro de um regime de liberdade de expressão e não sob uma ditadura verbal. Prá não dar nome aos bois, vou exemplificar com a família q formei.

Meus filhos poderão falar sobre tudo comigo! Assuntos como morte (minha ou do pai), sexo, religião, homosexualismo ou por mais desconfortáveis q sejam, serão abordados debaixo do meu teto. Sem preconceito, sem falso moralismo, sem preguiça mental.
Amo meus filhos de maneira igual e não hei de massacrar um para proteger o outro.

O q eu sinto, é q sou discriminada às vezes, porque dei certo.
As pessoas pensavam q eu fosse me tornar uma vagabunda, prostituta, traficante ou sei lá. Q minha casa, ia ser um pardieiro com ratos, baratas e pulgas e q se um dia eu tivesse filhos, eles seriam uma óde ao cruz-credo!
Talvez para elas, infelizmente nada disso aconteceu. Pessoas q muitas vezes me criticaram e puniram para beneficiar outras coitadinhas, tadinhas, alérgicas de saúde frágil, continuam fazendo isso e assim para sempre será.
Então, por q raios eu deveria abrir mão do q eu acredito, para continuar esse legado de ter pena e proteger alguém q adora se fazer de vítima? Mesmo q me seja alguém próximo e caro, eu me recuso a chamar isso de amor.

Não é, nem nunca foi.
Proteção em demasia, acosutma mal, cria pessoas preguiçosas e acomodadas. Ainda mais, quando se tem vocação prá ser assim.
Cruel, eu não sou. Otária também não!
Então, por mais q falar em determinado assunto seja proibido, minha opinião está firmada e quem quiser q se acostume com ela, porque sou mulher acima de tudo, tenho minhas necessidades, sonhos e direitos. Portanto, o q eu digo, eu faço. Sempre foi assim.

O pior, é o jogo de cena!!
Quando se cria um mal estar entre todos e o principal envolvido age, como se nada daquilo tivesse acontecido.
Aí vc fica pensando: What a fuck?! Eu enlouqueci?? Eu q sou a quizumbeira? Não houve nada daquela intriga, daquele mal-estar?
Aaah tá! Só eu fiquei puta então!!
Eu q sou a doida.

Não. Doida não. Isso não está provado.
Doido rasga dinheiro!! E isso, vai ser difícil me verem fazer, apesar das expectativas.

Engraçadinha toca: MEU AMIGO RADAMÉS - Tom Jobim

quinta-feira, outubro 11, 2007

DIA DAS CRIANÇAS: Ó Q DIA TÃO FELIZ!!

Pacotinho q se deu bem.
Fez aniversário dia 02 de outubro e mais 10 dias, vai ganhar presente de novo! Quando eu era criancinha pequena lá no Rio Comprido, fazia aniversário em 09 de novembro e dia das crianças era coisa de comércio!


EU - Pacotinho, o q vc vai querer de aniversário?
PACOTINHO - Um robô doTransformers!
EU - E de dia das crianças?
PACOTINHO - Uma pista do Hot Wheels!
EU - Pista nem pensar! Esse troço é muito caro! Escolhe outra coisa.
PACOTINHO - Um carrinho da Hot Wheels!


Um carrinho da Hot Wheels, leia-se vários. Daí esse ano, eles resolveram facilitar a vida dos pais e fazer por menos de R$ 30,00, uma série com 5 carrinhos com tema. Por exemplo, se forem carros esquisitos, fazem uma série de 5, sendo um maior q o outro e mais irado ainda.

Eu disse isso?
Será q estou me transformando em menino?!
A verdade, é q ele conseguiu ambos. Mesmo debaixo de protestos de Engraçadão.


Aliás, Engraçadão como chefe de família e contador da mesma, tá ficando canguinha q só! Tudo bem q a gente é classe média-média-baixa-com-a-corda-no-pescoço. Ou média-média-na-continha-certa, mas acho q a relação com o dinheiro, tem q ser uma coisa mais solta, despreocupada.

Por exemplo: Ano passado, eu fiz as compras da festinha de aniversário de Pacoteen q seria na creche, só para os íntimos mesmo, cujo tema foi o Batman. Deu... sei lá... uns R$ 150,00. Fomos só eu e Pacoteen, ele completamente enlouquecido, feliz da vida, sorrindo e querendo pegar tudo na loja! E eu enlouquecendo, achando q ia levar uma surra de Engraçadão.


Nesse dia ele se redimiu batendo um bolão na decoração!

Felizmente, em casa ele esqueceu de perguntar o preço e eu relaxei. Depois rachamos e tudo deu certo, sem stress!! O sorriso e a euforia estampados no rosto do meu filho, não tem preço. Eu daria até a bunda qualquer coisa, sem reclamar por isso. E nós não temos grana prá fazer uma puta festa prá ele.


Sra. Engraçadão, O plóplio e Oráculo com Sr. Cabeça de Bolinha no colo

Aliás, ele nunca teve uma puta festa, coisa q eu tive na infância mais de uma vez! Por isso, nessas horas, gasto o pouco q temos prá satisfazer essa lacuna q me incomoda.

Ele, tadinho, nem exige tanto. É mais a alegria de estar junto dos amigos e mandar na mesa do bolo! É, Pacotinho é mandão e perfeccionista.


O fabuloso trenzinho do Jardim II

Maaaaaaaaasssssss... esse ano, o homem foi junto!
E foi um inferno.

Primeiro porque foi num sábado, único dia q nós temos para resolver absolutamente tudo! Depois, q homem em loja pequena, com calor e um filho no colo q não parava de berrar, dentro daquela loja apertada e vendo a mulher com o outro filho, metendo tudo q era doce, guloseima, brinquedinho na cesta, botou a calculadora mental prá funcionar, antes mesmo das compras terminarem.
Até q ele resolve sair da loja com o Sr. Cabeça de Bolinha, mas de lá de dentro, eu ainda consigo ver sua carranca me amaldiçoando, me xingando em pensamento e me dando aquela tão antiga surra adiada há um ano!!

UfA!

No final das contas, pesou só mais R$ 30,00.
Talvez, eu devesse ter ido pro Saara, mas com bebê pequeno e carranca no banco do motorista... não seria muito boa idéia.

Bom, acabou q no final, tudo correu bem.
Oráculo veio prá dar uma força, vovó paterna também apareceu e Pacotinho, era o mais feliz dos meninos.
Aliás, feliz e mandão, claro!


The finaly fucking happy family!

Frases Pacotêscas:

PACOTINHO - Vinícius, não pode pegar brigadeiro agora!!

Gente, seeentaa, senta agora prá comer o bolo!!

Seeenta q a tia já mandou!

FELIZMENTE ESSE ANO NÃO TEVE PORRADA E OLHA Q A TURMA FOI MAIOR!!




Engraçadinha toca: YOUTH - Matisyahu




video

segunda-feira, outubro 08, 2007

EU PODIA...

É.
Eu podia falar tanta coisa e podia não dizer nada também.
Como por exemplo, mostrar minha indignação a essa moda anos 80.
Note bem. Com 12, 13 anos, eu paguei todos os meus pecados!
Eu usei batom violeta, unhas azuis, cabelinho Chitãozinho & Xororó, legging com saia balonê rosa shoking e ombreiras.
Por q raios os que ditam tendências, insistem q do alto dos meus 34 anos, eu devo cometer esse pecado de novo.

Ponto prá cintura alta? Ponto prá cintura alta.
Valoriza a siloueta e disfarça a pança, perfeito prás recém paridas ou as q levam vida sedentária. Agora, legging?? Saia balonê??? Om-breiras?
Gente, se alguém me vir de ombreiras circulando por aí, pode atirar em mim, combinado?

Até a moda dos anos 20 é mais verossímil q essa aí.
Me recuso, me recuso, me recuso e pronto!
Pronto, falei!

Eu não assisti ao VMB e não faço a mínima idéia do q aconteceu lá.
Não ando muito antenada. Não tá dando mesmo.
Aquele anjo de candura q mora aqui em casa e q atende pelo pseudo-nome de Sr. Cabeça de Bolinha, tomou a tão temida tetravalente.
Se é de comer ou de beber? É de injetar.
E ela é aplicada na perna, dói prá caralho e seqüela o pobrezinho.
Daí, q ele sente dores, pode vir a ter febre e pior!! Pode não me deixar dormir!!

Pensei q essa fase do sono já tivesse sido superada.
Por q eu sou tão idiota a ponto de confiar num bebê?
Andava me vangloriando aí, com meus cabelos lisos q meu filho dormia quase a noite toda e tal... lógico q essa fase não duraria prá sempre! Só na minha cabeça!
Até o pediatra me alertou q ele teria a fase de ficar mais disperto, porém eu visualizei no meu mundo de imaginação, q só ocorreria de dia!

Gente não contei?
Sou autista!! Vivo num mundo perfeito e sonho acordada a ponto de acreditar q minhas fantasias são reais.
Hellouuu?!
Bom... pelo menos febre ele não teve e a dor não foi tão intensa quanto a q Pacotinho teve. Dessa vez, eu segui à risca as recomendações!
Mas dormir... essa noite foi terrível. Sei lá... acho q ele tava cagado e eu não sabia.
De qualquer forma, é questão de tempo. Logo ele melhora. É uma fase enjoadinho, mamãe quero colo toda hora, q a gente vai contornando. Ou se enforca!
É q eu piro se não consigo dormir.
Eu consigo ficar sem ver Tv, eu consigo ficar sem comer, eu posso ficar sem fumar (ambos), eu posso até não tomar banho e ficar até sem tirar meleca, mas sem dormir... eu simplesmente surto! Não sei lidar.
Por isso esse post de merda.

Quando a gente não lê quase nada, não visita os amigos ou se encontra num estado aéreo, fica meio difícil de escrever algo q preste.

Olha! Eu agradeço de coração o povo q me visita, sem desistir dessa porqueira aqui.
Os véios e os novos q me acharam agora.
E digo mais! Vou visitá-los antes dos meninos casarem, tá?!

Bj na bunda.

Engraçadinha toca: Bitter Suite- I. Brief Encounter, II. Lost Weekend, III. Blue Angel - Marillion

terça-feira, outubro 02, 2007

EU E MEU CABELO (A SAGA) - PARTE IV

Há, há!
Quando vcs imaginavam q teria acabado, a novela continua, firme e forte!
No meu caso, minha eterna briga: Engraçadinha x cabelo, só vai acabar no dia da minha morte.

C'est la vie!!
Acostumem-se, q isso tá longe de acabar.

Ultimamente, com Sr. Cabeça de Bolinha ficando já durinho, tenho andado vários quarteirões empurrando carrinho, divagando e tentando uma solução pro meu pixaim.
Ultimamente, depois da máquina 5, deixei o bicho crescer. E olha q ele tem crescido à bessa. O único problema é q firme e forte, para o alto e avante (leia-se pros lados!)
Chegou no ponto de me irritar mesmo.

Engraçadão, guerreiro e míope como sempre, se levanta, me olha e me beija, ignorando por completo aquele troço em cima e prá cima, na minha cabeça. Ele realmente nem liga e sinceramente, não entendo como o pau dele sobe! Eu ligo, e muito!!!
Arrumei um arquinho com
ela, na base do arame (não estou de sacanagem!!) q segurava. Levei até prá maternidade e como o bicho tava menor, ficava bonitinho, mas ultimamente...

Insustentável era a palavra!
De maneiras, q minha irmã, andava de saco cheio do dela também e andou se informando acerca de escova definitiva. Todo mundo sabe, q escova definitiva deixa aquele efeito meu cabelo é alisado meeeeismo! e depois de ser mãe de dois, cansada e com falta de tempo, eu considerei a possibilidade e comecei a sondar conhecidas q fizeram o tratamento e estavam felizes com ele.
Claro, nenhuma delas com meu grau de exigência, mas o q eu quero agora, é q meu cabelo cresça. E rápido, na mesma velocidade q a minha barriga.

De tanto rodar bolsinha, fui parar num salão da Conde de Bonfim, esquina com Uruguai. Logo ali, do lado do Otto.
Perguntei se faziam escova definitiva, porque minha intensão era alisar geral. Chega de cacho. Aliás, estou patrocinando a campanha:




CACHO É O CARALHO! CACHO DE CU É ROLA!!



Sem ganhar nenhum din-din prá fazer propaganda do produto, em verdade vos digo! Milagres existem.



Vc, cara amiga dona-de-casa, q está totalmente insatisfeita com seu pixaim,
assim como eu, já existe solução pro seu pobrema. Eu agarantio!
Ela se chama
X-TENSO Professional liss, something, anything de L'oréal!! Entra no
site e se informa!



É uma escova de longa duração (dura uns 6 mesess aproximadamente) que deixa seu cabelo lisinho, sem aquele aspecto de alisado. Não é o mááááximo?!
Vc sai do salão com os cabelos baaalaaançaaannndoooo! Depois de 3 dias, vc lava e eles permanecem lisos.
Agora siiiim!
Meus cabelos vão crescer à jato!

E detalhe: Na manutenção, o legal é q ao contrário de outras técnicas, vc não retoca só a raiz, mas o cabelo todo, com um descontinho no valor.

Não resisti meu povo!
Aproveitei q hj é o aniversário de Pacotinho e corri ontem lá e fiz logo.
A seguir, mostro o resultado:

Antes: Pessoas cardíacas preparem-se q as imagens são fortes


Feia, chata, gorda e boba!

Depois:

Poderosa, glamouroza, linda, maravilhosa, quase-magra, poposuda e com cara de limpinha!

Percebem a diferença e como o cabelo já estava grande?
Cabelo enrolado é uma praga mesmo. Cruz, credo!
Afff. Me livrei dessa praga. Agora acostumem-se com meu novo visu.
Até segunda ordem, claro!
Ora, eu sou mulher. Toda mulher q se preze, é esquizofrênica por natureza.

Engraçadinha toca: You're beautiful - James Blunt

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...