Subscribe:

terça-feira, junho 08, 2004

XIIII ACHO Q CAÍ!



Sabe quando é inevitável?? Foi horrível!
Isso aconteceu hoje! Eu tinha acabado de deixar meu hominho na creche e estava me dirigindo ao ponto de ônibus, quando, depois do ponto dos maconheiros (ah! porque exite uma esquina que fica numa travessia da Av. Maracanã, que se reune uma galera de 25 a 35 anos so p/ queimar a ervinha), fui olhar p/ trás p/ ver se vinha carro, para eu atravessar, quando tudo aconteceu.
O bico da minha "mule" entrou na bainha da minha calça (não faço idéia de como) e só deu p/ pensar: Fodeu!! Vou CAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIRRRRRRR!!!!
Terrível, eu perdendo o equilíbrio, batendo com os joelhos, a barriga, raspando as mãos no asfalto e por fim o queixo no chão, ainda vi meu sapato voar e parar na frente do meu rosto. Sem nada que eu pudesse fazer para impedir. Vc sabe exatamente que vai cair e fica impotente diante da situação.
Nem vergonha eu senti, porque minha mão queimava. Eu estava no chão e mal me movia, porque simplesmente não caio há tanto tempo, que tudo ficou meio parado. Veio um senhor bastante humilde tentar me ajudar. Aos poucos fui me virando e me dando conta da situação. Minha calça clara, ficou suja, meu cabelo parecia do avesso, tinha pedrinhas do asfalto coladas no meu batom e meu joelho e queixo pareciam estar sangrando.
Me vi toda em sangue, tendo que ser carregada para casa e colocada embaixo daquele edredon tenebroso, sozinha naquela cama box só p/ mim... (essa parte foi total viagem da minha cabeça!)
Não estava sangrando. Sentia uma sensação de inchaço, mas nada sangrava. Me levantei aos poucos. Outro senhor que fazia jogging na Maracanã, me ofereceu ajuda, se eu queria ir ao hospital, mas agradeci e me dirigi ao ponto de ônibus, de volta a minha rotina!
Consegui entrar no ônibus logo que cheguei a Conde de Bonfim.
Também consegui sentar, embora ele estivesse cheio. Daí, comecei a pensar na bondade das pessoas e q o universo estava conspirando p/ me refazer e tornar meu dia melhor. Me deu muita vontade de chorar e de fato chorei.
Fiquei puta por estar chorando, mas minha mão tinha fritado no asfalto, ardia muito e as lágrimas foram sedativas. Logo depois encontrei meu óculos escuro na bolsa, daí pensei "que bom, vou me esconder aqui atrás. Agora estou protegida, posso chorar a vontade!" Mas já estava rindo da situação.
Pensei em vcs também, meus queridos 5's leitores (notaram q aumentou?!).
Já estava satisfeita e aliviada. Estava mais do que provado que meu dia seria completamente diferente do início.

Ledo engano...
Finalmente cheguei ao Metrô, desci as escadas com todo o cuidado, porque se tropecei no plano, quiçá na escada. Quando menos esperava, meu salto ficou agarrado na grade que fica no chão. Eu não consegui sair. Comecei a rir, porque agora estava com vergonha. O salto prendeu de tal maneira, que não saía. Eu puxava e não saía, eu nessa situação patética em menos de 30 minutos do tombo! Eu agarrada na grade, ainda rindo sem graça, daí aparece um estudante tentando me ajudar.
Tive que tirar o sapato (fiquei mais sem graça ainda - sei lá, tenho vergonha de ficar s/ sapato na rua!) e ele tentando puxar e nada do sapato sair. Ele falou: "Nunca vi isso antes, q estranho!"
Estranho, porque ele não sabia do tombo. Finalmente ele deu um puxão e saiu, quase q com o salto junto. Tinha que contar p/ vcs.
Ainda estou toda doída, com pensamento na minha cama e no meu edredon. Lembrei q meu marido está lá sozinho hoje a essa hora. Não ia ser má idéia dividir a cama com ele e fazer um chameguinho, ter um colo... Ai, ai!

Bj na bunda. (Ui!)


1 comentários:

Cunha disse...

Só vc mesma pra uma "parada" destas e aí o epssoal falas das Loiras.....heheheheeeeee
Meu anjo, te garanto que não esqueci tanto quanto já fui esquecido, mas de vc levo no coração só boas lembranças de camaradagem e respeito como colega de trabalho e muito mais como amigo.
Energia sempre e pura pra vc...
Iluminação pra tua casa e familia...
Bjão.

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...