Subscribe:

quinta-feira, junho 10, 2010

Aí vc resolve dirigir...

Musiquinha do post:



Então? Quem me acompanha que nem novela sabe q eu a-mo dirigir e depois de tanto tempo de claustro, resolvi me aventurar pelo volante.

Vcs sabem também que eu tenho uma ratoeira mais conhecida como Uno 92, que está precisando urgentemente trocar de dono. Não por conta da falta de ar condicionado dela, ou de direção hidráulica, uma vez q minha teoria não falha, carro confortável demais, é pra quem não sabe dirigir e eu, modéstia a parte, mando alguma coisa ao volante. Sou boa nisso!

Mas ela está precisando trocar de dono. Porque com essa nova lei das cadeirinhas, compramos uma para Dona Miúda, minha galega - e Pacotinho coitado, apesar de ser magrelo, está espremido no meio. Visto isso, não podemos mais dar carona, já q só cabem 5 no carro e a lotação está esgotada! Mas não aguento mais, Engraçadão aguenta menos ainda.

Como cuidamos bem da ratoeira, ela está andando pra frente e pra trás como se deve, só que o conforto é zero, além de nosso Pacote estar espremido no meio de duas cadeirinhas, a bunda dele vai pra onde quando passamos em buracos? E as costelas? Sendo assim, desse ano não passa e se tornou caso de vida ou morte trocar de carro.

Estamos pensando num modelo 7 lugares, porque somos caridosos e adoramos dar carona, mas isso só pro ano que vem, quando me tornarei rica e famosa, definitivamente. Pra esse ano, um carro que não passe dos 16mil e olhe lá.

Por falar nisso, depois que eu descobri que chorar nas editoras não é algo tão absurdo, resolvi começar pela Saraiva. Para isso, teria de ir ao shopping Tijuca e Engraçadão não estava comigo, pois foi ao dentista no Centro da Cidade. Eu estrearia a cadeirinha nova com Dona Miúda, minha galega dentro, sozinha.

Aí começa o suplício. A beecha tava cheirosa, de banho tomado, toda boa, assim como eu. Quando chego na garagem - aquela cujo meu marido síndico pôs uma iluminação de maracanã (apagado neste horário) - munida de carrinho, bolsa e criança dentro. Deixo o carrinho estacionado ao lado do carro, pego Miúda e ponho na cadeirinha.

Colocar o cinto foi algo descabelante, porque a trava na loja era de puxar e eu demorei alguns minutos para descobrir q era de apertar. Não sem antes ligar esbaforida para Engraçadão (que instalou a cadeirinha) gritando com o pobre, porque no escuro não conseguia juntar as pontas do cinto, muito menos fechá-lo.


E dei graças aos céus, porque Miúda não estava berrando naquele momento, apesar de ainda estar dormindo. Ã-hãã! Então, ao descobrir q era de apertar, consegui juntar as pontas e fechá-lo. Sim, Engraçadão do outro lado da linha sem me mandar ir tomar no cu, com a maior paciência e elegância possíveis. Desliguei o telefone e senti borboletas no estômago. Muita responsabilidade dirigir com uma bebê sozinha no banco de trás, sem ninguém ao lado.

Fechei o carrinho com uma mão só e meti na mala. Ai, a mala. Cheia de bagulhos lá dentro (não os de fumar), mal dava pra fechar, mas fechou. Ufa!

Botei uma musiquinha e fomos-nos.
Estacionar no shopping Tijuca é um capítulo à parte né?! Sim, porque me parece q neguinho mora lá naquela porra! Ou o povo é rico e todos os funcionários possuem carro, ou eles chegam de véspera, porque no G2 é impossível estacionar DI-A-DE-SE-MA-NA. Aliás, isso em qualquer shopping até Vila Isabel. É tudo G3, G4, G5... Nesse dia eu botei no G3 na parte externa.

Veio um moço me ajudar, antes que tentasse me orientar pra estacionar, já fui manobrando, sem direção hidráulica mesmo, no muque e fiz bonito. O cara fazendo cara de surpreso. Ué? Só porque sou mulher tenho q dirigir mal?

Aí ele viu a minha galega no banco de trás e veio com a pérola:

MOÇO - Ih?! Pensei q fosse um boneco moça, a Srª não prefere estacionar no outro andar? Aqui tá muito frio!
EU - (Ah tá q depois dessa manobra q quase me deixou suando q eu vou tirar o carro daqui, neeem fodeeeeendo!) Não meu querido não prefiro e não, não é uma boneca, é uma criança mesmo q está agasalhada.

Nisso, eu já tirava o carrinho do porta malas q de tão apertado, ao invés de abrir num puxão, grudou ferro com ferro e eu sacudindo o carrinho e o cara preocupado com a galega; e eu sacudo, sacudo e o porra do carrinho não abre! Putaqueopariu e o cara falando da galega e eu tentando abrir, sacudindo o carrinho e bosta nada?

EU - Olha só! Eu prefiro q vc me ajude aqui, porque os ferros estão engatados! A menina tá quentinha lá dentro, ainda será enrolada em manta e no envelope, então vc pode me ajudar aqui??
MOÇO - Ah claro! Desculpa...

Porra, demorou hein?!
Uma vez q os ferros estavam desgrudados, o carrinho abriu, meus cabelos já em pé, D.Miúda leenda no seu traje, eu de bolsa, carrinho, neném, cabelo em pé, batom borrado, mas cheia de glamour.

Toda essa saga para depois de mais de 2h de espera, um café com biscoito amanteigado q eu nem gosto, um estacionamento absurdo de caro, a gerente da Saraiva me dar apenas o telefone de outra filial para eu ligar, marcar entrevista e tentar empurrar meu livro goela abaixo delas.




Não liguei ainda. Não me recuperei do trauma.
Mas continuarei tentando. Keep walking!


Bj na bunda.

*UPDATE: Logo abaixo do link pra comprar o livro, tem resenha da PRO-Blogger Liliane Ferrari. Fiquei como né?! Entrem e vejam aqui.

9 comentários:

Morena disse...

AHHHHHHHHH sim traumatizante!!!!
Mas vc vai conseguir!!! Principalmente a parte de ser rica!!!
Beijos saltitantes

Rô Castro disse...

Oi, Moça

Estava lhe devendo um visita há anos luz..
nossa menina que saga heim, vai acostumando.. essa será apenas uma, das suas muitas aventuras com dona miúda rsrs

beijos para duas !!

Crioula disse...

a parte do cabelo pro alto, batom borrado e diva é O TI MO!!!!

Alice Voll disse...

sabsuhabhusab é isso aí não importa a circusntância o que importa é o carão! sasjiansja

Lulu on the Sky® disse...

Tenho fé q vc vai se tornar rica!!! Big Beijos

Dani disse...

hahahahahah
hahahahahaha
Parece aquelas mães malucas de reality show...hahahaha
Não é?
me matei rindo.
carros lotados de cadeirinhas e crianças!
Tu é uma figura!
beijooo

Faxina

@daniantunes disse...

Cola meu comentário aqui,ow! Tá no teu e-mail.

;*

Liza disse...

Nossa!q agonia nessa horas eu fico doidinha e olha q ñ dirijo, mas um dia inventei de sair de onibus com bb recem nascido e quase morri,desde esse dia nunca mais.Mas cá p nos,a parte do cabelo pro alto, batom borrado e diva foi maravilhoso!!!!fiquei imaginando a cena rsrs.Ah pelo visto a miuda é bozinha né? bjs florzita.

Magui disse...

Vc é muuuito animada. A descrição da aventura mostra completamente isso.

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...