Subscribe:

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

A VIZINHA


Com tanta coisa boa pra falar, eu resolvo falar logo da vizinha?
Mas é que a encontrei no elevador antes de ontem e claro, ficou um silêncio constrangedor entre nós. Eu, sem a menor vontade de dirigir palavra; ela muito provavelmente me xingando em pensamento de intrometida, filha da puta, dentre outras pérolas.
Não estou nem aí.
Acho mesmo que vai haver uma seleção e a humanidade seria separada que nem o joio do trigo em outras épocas. O cerumano é foda! Farinha pouca, meu pirão primeiro e a coletividade que se foda. Pois sim!

Tudo bem que escorpiano tem fama de egoísta, mas péralá! Já foi o tempo do provérbio acima. Esse tempo já passou, sabe? Mesmo que uns e outros teimem em conjugá-lo, essa época já passou. A humindade está se dando conta que somos uma grande coletividade, responsáveis uns pelos outros e que juntos, fazemos a máquina Terra andar. Fazemos parte dessa centelha e somos parte do elo. Simples e perfeito. Tudo é progresso e movimento. Assim o é. Então não cabe mais esse tipo de comportamento e pensamento tacanho.


Fato é, que Engraçadão deu pra ser síndico já tem 2 anos e claro, ele não sindica sozinho! Senão aquele prédio ia virar um não sei o quê! Porque o cara dá conta de filhos, mulher, emprego, faxina e tantas outras cositas, ainda tendo que levar um prédio nas costas? Não rola. Já teria enfartado!

Como eles montaram um conselho para assuntos administrativos, onde meu digníssimo é orientado, mas também é quem põe o pelagar lá no local da assinatura, os assuntos chatos nunca ficam por conta da vasta assessoria. Sobra pra ele mesmo. De maneira, que não raro, o interfone toca.

Lá no prédio, as vagas são escrituradas e cada unidade tem direito a sua. Daí que ninguém briga, certo? Errado!

A crasse mérdia anda nadando em dinheiro - essa é a impressão que me passa, porque tem um povo lá que possui mais de um carro e haja sustento pra isso né não? Os bunitos então, deram para pedir favores em termos de estacionamento, já que muito pra uns e nada pra outros continua como reza a lenda...


Então, se aproveitando das unidades que não possuem vagas, volta e meia o interfone lá de casa toca e do outro lado da linha pode-se ouvir algum pedido lamurioso, de posso estacionar aí? Só essa noite?

Eu tenho minha listinha particular do que seriam os pedidos aceitáveis. Apesar de não ser síndica e ser contra meu marido sê-lo... tipo:

a) Vc está recebendo UMA visita e eles têm carro e a rua está deserta e tem vaga sobrando. Porque tem vaga sobrando mesmo. Aí vc toca no síndico e pede. Resposta: Ok, beleza.

b) Sua mãe enferma vai te visitar porque vcs irão no médico dia seguinte e a garagem tem espaço e tals e aí vc pede para ela deixar o carro lá, só essa noite vai? Resposta: Ok, beleza (não quero ir pro inferno, vai que a velha tem um infarto só de raiva!)


Eu acho que não tem mais exemplos que eu poderia consentir estacionar na vaga alheia não...
Só que o povo NÃÃÃÃÃO TEEEEEM BOOOOM SEEENSOOO!

Tanto que rolou de um vizinho pedir pra irmã dele estacionar lá, só que dentro do seguinte contexto: Eles viajariam juntos. O carro dele ficaria na garagem, ela viria lá da pulta que a paríl, deixaria o carro dela só por 2 semaninhas e depois, todos ficariam felizes. Porra...

Porra.

Poorrra! Realiza?! Realiza essa porra!

Claro que Engraçadão não deixou mas é assim que funciona:

ENGRAÇADÃO - Eu seeei fulano, eu entendo fulano, é mas... nããão... sim eu entendo, mas... é... infelizmente... (bota aí 1 hora vc ouvindo ele dizer isso repetidamente, Ok?)

Aaah se fosse comigo!

COMIGO - Pessoa, eu entendo, mas não fode! Na caceta da escritura está escrito uma vaga só por morador, caralho! Vc é analfabeto? Eu não posso fazer nada porra! Não sabe q isso é anti-ético seu merda? E eu teria que abrir as pernas pra geral, não tô abrindo nem pro meu marido, caceta! Read my lips NÃÃÃÃÃÃÃÃO! Ah vc não tá vendo my lips daí...?
Duas semanas depois, estou eu lá negociando com a TIM o preço do meu IPhone 4S, quando toca o interfone e o porteiro que já tinha contado pro síndico o desejo da vizinha - e o que tinha sido veementemente negado - anuncia que ela estaria subindo para conversar com ele. Enquanto a TIM me fazia aguardar, eu prestava atenção em tudo.

Engraçadão abre a porta e a mocinha entra. Novinha, bonitinha.

Sr. Cabeça de Bolinha chega na sala de cueca e já vai fazendo todo um trabalho de sedução,  perguntando nome, dando a mão a ela, mostrando o brinquedo, etc, etc... (enquanto Pacotinho sai correndo e gritando porque também estava de cueca) e eu sentada na mesa ao telefone.

A menina começa:


VIZINHA - Pois é, é q meu namorado que trabalha viajando estará aqui essa semana e eu gostaria que ele estacionasse aqui. Sabe como é, é só uma semana, final das férias dele e como tem vaga sobrando, eu achei que não custava nada.
ENGRAÇADÃO - Mas vc já tem vaga no prédio.
VIZINHA - Sim, eu tenho, só que eu alugo minha vaga e eu fico assim de desfazer o negócio! (mas tem a cara de pau de vir aqui pedir o impedível, né não safada?)
ENGRAÇADÃO - Olha, ali na outra rua, logo na esquina, tem um estacionamento. Ele pode deixar o carro lá. (gente, eu tô resumindo tá? Claro q ele não respondeu isso logo de cara! Dãããã. Só depois de meia hora!)
VIZINHA - Mas é que aí eu vou ter despesa e aí seria ruim (ela é filha de judeu? Não tinha cara com aquele sotaque carregado pro Norte...) Pensa seu Engraçadão. É só uma semana, tá cheio de vaga e não custa o Sr. deixar. (E não custa vc levantar o seu rabo e levar sua cara de pau daqui! Hunf!)
ENGRAÇADÃO - Mas eu acabei de negar um pedido igual a esse 2 semanas atrás!

VIZINHA - Mas ninguém ia saber! Eu peço pros porteiros serem discretos. Estou aqui pedindo pro senhor... (Se ainda tivesse pagando... Me lembrem de nunca votar nessa mulher se ela se candidatar um dia!)

Aí eu já me coçando e pinicando toda, saio lá de trás da minha insignificância e...

EU - É muito complicado o que vc está pedindo. Imagine se vc é a outra pessoa, descobre que ele negou pra vc e deixou pra um outro. Vc ia gostar? Além do quê, o modelo de gestão tem de ser igual pra todos... (sifudê sua egoísta escrota, cara de aço, insistente, inconveniente. Sai da minha casa!)
Aí a piranha da TIM me atende justo na hora em q eu ia mandar a mulher largar de ser uma egoísta, fia d'ua égua.

Sem sacanagem, ela ficou insistindo com ele cerca de 1h. Pedindo, implorando, argumentando e praticamente chorando miséria, ao ser proposta a desfazer o negócio do aluguel da vaga. Tinha hora que rolava um silêncio pra lá de constrangedor, porque apesar de parecer mole, Engraçadão não cedia e nem ela. Eu disse parecer hein meu povo!

Ora, a mulher já tem a vaga alugada pra outra pessoa, acho q do prédio mesmo, existe um estacionamento na esquina, que ela se recusa a alugar (até parece q sairia do bolso dela) e ainda acha q Engraçadão é intransigente! (bote aqui uma cara de pasma!)

E não levantava do sofá nem por outro caralho! Deu vontade de perguntar se o namorado tinha quantas pirocas pra ela ser tão insistente assim! Me segurei, juro! Se eu não fosse casada ia lá conferir, porque né...?

Ficou o maior climão e ela só se levantou, quando Engraçadão propôs que ela conversasse com a vizinha de frente que não possui carro. Só assim ela se foi.

Quando ela entrou e segurou o elevador pra eu entrar, a única coisa que eu consegui dizer além do boa noite, foi cri-cri-cri-cri.
Aaah não sou obrigada! Pois sim...

6 comentários:

Fernanda Freitas disse...

A sequencia de tres porras, no meu caso seriam três caralhos, porque sim... ando mais estressada, mais misantropa, mais Dercy que desce fácil do salto sobretudo com gente cri-cri-cri

Lulu on the sky disse...

Haja paciência pra ser síndico hein? Quem disse que viver em condomínio ia ser fácil?
Big Beijos

Engraçadinha disse...

E olha q nem é condomínio! É prédio, 25 unidades só!
Bj.

Clara Miranda disse...

...ta na caceta da escrituraaaa!!!!kkkkkk...rolei de rir....demais...

Bia disse...

É, tem que ter culhão!
Pra ser qualquer coisa que represente o zoto... tem que ter culhão!
Eu passei uma vida sendo representante de turma, agora comissão de formatura e ó... nem é fácil, agora síndica? NUNCA SERÃO!
Só ouço o povo que mora em prédio reclamando dessa parada de vaga, ainda mais aqui em Brasília que NÃO DÁ pra viver sem carro, essa porra sempre dá merda!
Ainda bem que moro em casa e meus vizinhos que aguentem minhas risadas, que como diz você, é de pomba gira! rá!

Tatilda disse...

VACAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!! kkkkk
O povo sempre acha q da pra dar um jeitinho brasileiro em tudo né? SEMPRE querem levar vantagem... AFF

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...