Subscribe:

sábado, fevereiro 12, 2011

INOFENSIVA

Costumava ser perigosa, hoje sou inofensiva.
Atraía olhares e admiração, hoje não causo repulsa, mas luto internamente em busca da minha imagem normal, digamos assim.
Como eu costumava brincar, sentir fome não é de Deus, não é mesmo?!
Meu sex appeal anda abaixo de zero, mas não é a primeira vez que tenho que conviver com isso. Vamos seguindo...

Ah! É difícil sem você.
Naquele tempo eu tinha seu apoio, o seu aval, sua cumplicidade... Sabia como as coisas funcionavam. Agora, tenho praticamente todos os dias que me auto-afirmar.


Tá vai, estou exagerando. Esse tempo de auto-afirmar passou rápido, só algumas semanas. Só que agora, a sensação é que de não sou importante. O que faço, não parece importante. Não pra todo mundo é lógico! Nunca somos unanimidade. Mas tenho que ficar atrás dos outros, tenho que ficar insistindo para que as coisas aconteçam quando só eu dou importância para que saiam certo.


Não sinto apoio, não tenho muito apoio. As coisas ficam assim jogadas e eu me virando sem apoio. Pode ser que eu esteja errada também. Será que são definitivamente outros tempos e só eu fiquei ali sozinha torcendo para que as coisas dessem certo e que sejam feitas direito? Será que estou quadrada, encaixotada? Neguinho não tá nem aí. Tem neguinho que tá, mas não tem muito tempo para estar... não sei se vc entende.

Aí venho me fechando cada vez mais. E me equivoquei em pensar que algumas pessoas tinham por mim a mesma estima que eu nutria. Têm nada. Vou perdendo meu brilho aos poucos e me tornando uma chata gradativamente. Afff!

Com você não. Eu me sentia especial todo dia útil. Agora sou só mais uma, que alimenta a grande máquina de fazer dinheiro. Então se vc me pergunta se está tudo bem, eu digo que está. Ainda estou lá, ainda tenho de onde tirar sustento para os meus, ainda ocupo meu tempo  de 8 a 10h por dia, fazendo coisas úteis, daí que não posso reclamar. Mas vc sabe que eu preciso de muuuuito mais pra ser feliz não é mesmo?

E que muito embora estejamos cada qual em seu canto, os hábitos não mudam, as costas ainda dóem e a saudade fica.

Boa viagem então.

10 comentários:

Dani Antunes disse...

É, minha amiga, às vezes vomitar é preciso! Sem mais, porque eu entendi cada linha do post sim, você sabe, mas não vou me estender aqui.
Posso só dizer que eu acho você linda, mesmo que minha opinião não conte e nenhuma das duas seja chegada no mesmo sexo? hahaha

Beijo e um abraço daqueles beeeeeeeem apertados!

Dani Antunes disse...

P.S:

Adoro esses posts verdadeiros até o talo, vc sabe. Vejo e "escuto" você de verdade e adoro ver isso por aqui.

Mas, isso vc já deve estar cansada de saber.

Agora sim eu fui!

:)

DO disse...

Fico me perguntando se quem tinha que ler,leu...

Beijos,linda!!

LuSoares disse...

Hmmmm... que séria... que reflexiva...
Queria dizer mts coisas pra vc, mas nessas horas, não adianta ngm dizer nada, só a pessoa a quem foi direcionado o texto, e as vezes nem a ela... Só palavras, pensamentos...
Gosto disso...
Me identifico...

Engraçadinha disse...

Não DO, não mandei o link. Aliás, tudo o q eu disse ele tá cansado de saber.
Bj.

Morena disse...

"Posso só dizer que eu acho você linda, mesmo que minha opinião não conte e nenhuma das duas seja chegada no mesmo sexo?" (2 membros!)

Vc vai achar logo sua fonte de beleza =D
Vai dar certo!

Beijos saltitantes
Bom fim de semana

Engraçadinha disse...

Thanks a lot. Espero só q seja antes do fim do mundo!

'Lara Mello disse...

Mas vocês não terminaram não, né?! Sorte!

Engraçadinha disse...

Não Lara. O post é sobre o meu trabalho, não sobre casamento. Mas obrigada por se importar!

Ma disse...

Quando a gente mexe muitas pedras no caminho, algumas ficam fora do lugar.
É assim...
E às vezes, a gente nem acha que tudo pode ser mais como antes.
Pode sim, mas de outro ângulo, no matter what becomes after...
É minha amiga, quando parece que a reclusão pode ser a saída, vem a vida e muda tudo de novo...
Talvez seja o que chama por aí de roda viva.

Roda Viva
Chico Buarque

Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu...
A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega o destino prá lá ...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
A gente vai contra a corrente
Até não poder resistir
Na volta do barco é que sente
O quanto deixou de cumprir
Faz tempo que a gente cultiva
A mais linda roseira que há
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a roseira prá lá...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
A roda da saia mulata
Não quer mais rodar não senhor
Não posso fazer serenata
A roda de samba acabou...
A gente toma a iniciativa
Viola na rua a cantar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a viola prá lá...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
O samba, a viola, a roseira
Que um dia a fogueira queimou
Foi tudo ilusão passageira
Que a brisa primeira levou...
No peito a saudade cativa
Faz força pro tempo parar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a saudade prá lá ...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...