Subscribe:

sexta-feira, setembro 03, 2010

Dona Miúda não vê Nosso Lar - O Filme


Então, quem leu esse post aqui, sabe que eu estava me mordendo pra ver Nosso Lar - O Filme. Sabe q eu chorei rios no trailer de Nosso Lar, mais ainda que no filme do Chico. Aliás, os dois estão interligados, simbióticos que nem eu e Dona Miúda.
Aliás, foi a última vez que fui ao cinema enquanto estava com a galega no bucho e minha coluna pagou o preço.

Eu já sabia da estréia que seria hoje e estava matutando uma maneira de ir sem aterrorizar o cinema inteiro com os berros da galega. Só quem é meu vizinho ou frequenta minha casa, sabe o quanto a galega é braba! Assustadora, eu diria.

Então, insipirada por uma vizinha que ia ao cinema com a filha bebê no colo, filha esta que é meses mais velha q Pacotinho (pra vcs verem o tamanho da minha covardia), enchi meus pulmões de ar e coragem e decidi que iria hoje, no grande dia de estréia assistir ao filme inspirado no livro da minha vida.

Minha odisséia começou ainda no chuveiro. Esse calorão tem-me feito tomar banho de chuveiro com a Miúda. No geral ela gosta, fica calma, não chora, ao contrário, fica amarradona. Sossega mesmo. Mas hoje, só porque eu decidi ir ao cinema, ela estava de ovo virado.

Dona Miúda fala - Ma che cos'è questa cazzo di film? (mas o que é essa porra de cinema?)

Sim, meus queridos 5's leitores! Dona Miúda é uma galega muuuito braba! E ali mesmo debaixo do chuveiro virou o ovo!

Na minha tática de guerra, além de ir na estréia, eu deveria ir no primeiro horário, o das 13.30h e ficar sentada lá na última fileira, bem longe da multidão; e de preferência, num lugar de fácil acesso às escadas (estou falando de um cinema kinoplex tá?!) pro caso da galega ficar bolada com o barulho.

Aí já debaixo d'água, ela dava mostras de irritação. E eu rezando. Quando eu saí do chuveiro, ela que aguardava no carrinho já estava xingando toda uma geração:

Miúda xinga - Ô la mucca di una mascotte! Pensi che io che cosa tutto questo tempo per rimanere nel carrello? Figlia di una cagna! - Vocês têm certeza que querem saber a tradução? Tá bom vai! (Ô sua vaca duma figa! Tá pensando que eu sou o que pra ficar esse tempo todo no carrinho? Filha de uma égua!)

Saí do banho com a Miúda mostrando ao prédio, toda sua ira. Ela berrava tanto, que só podia ser cólica. E eu acho que era. Taquei remédinho nela, vesti, abracei bem forte e ela apagou! Foi a minha deixa.

Saí de casa, peguei um ônibus debaixo da solina de hoje e logo chegamos ao shopping Tijuca. E Miúda dormindo.

Chegando no shopping, com todo o ar condicionado, minhas pernas tremiam e eu suava que nem uma porca lazarenta. Eu acho que era de nervoso, cagaço de Dona Miúda fazer um estardalhaço e eu ter de sair no meio da sessão. Aí cheguei lá no último piso e a fila era imensa, com direito a início de confusão das velhinhas insanas que estavam na fila preferencial.

Comecei a rezar e pedi aos irmãos espirituais pra darem um mata leão na Miúda, porque o filme era muito importante pra mim.

Saí daquela porra de fila. Fui comprar naqueles postos de ingresso rápido com a ajuda de um bom samaritano e olha que ainda faltavam 12 minutos pro início da sessão. Fui fazer xixi.

Vcs meus queridos 5's leitores, têm noção do que é mijar com um bebê chumbinho no colo, tendo apenas uma mão livre? Lembrem-se, ela dormia. Ca-ra-lho! Como eu fui de vestido, já pensando nisso, lavei apenas 1 mão, lógico. Antes eu tivesse ido sem calcinha, mas perdi o costume.

Mal saí do banheiro e as portas se abriram. Entramos. Miúda dormindo, eu rezando pra começar logo, Miúda começa a se mexer inquieta e meu cu começa apertar. Não conversei, taquei peito nela, porque já estava mesmo na hora de mamar. E eu nervosa, começa trailer, começa comercial e ela arregala aquele olhão azul meio que pensando:

Miúda pensa - Che cazzo è questo un gran casino nel mio orecchio cazzo! E qual è questa oscurità? Sono nel film cazzo? Ou seja (Mas que porra de barulhão é esse no meu ouvido caralho! E que escuridão é essa? Será que eu estou na porra do cinema?)

Cara, como a Dona Miúda é desbocada... bom, começou o filme.
É claro que filme é filme e livro é livro. Poderia ter várias passagens suuuper interessantes que há no livro, mas aí o filme seria meu e não do diretor né? Pois bem, na visão do diretor, ele concentrou mais o filme no crescimento espiritual de André Luiz, o personagem principal. A visão dele de umbral também achei meio horripilante, mas eu creio que a realidade daquela dimensão seja beem pior do que foi mostrado, mesmo assim achei bem fiel.

Chorei um cadinho quando o personagem é resgatado e meio que viajei no tanto que eu tenho que me aprimorar pra não ter o mesmo destino. Ok, eu não frequento prostíbulos, não tenho ódio de ninguém, nem inveja, mas tenho uns defeitos morais que podem muito bem me jogar naquele lugar quando eu partir dessa pra melhor.

Pros entendidos no assunto, Nosso Lar pode deixar um pouco a desejar, pelas passagens que ficaram de fora, como por exemplo, da mulher que trabalhava numa clínica de abortos, que tenta entrar em Nosso Lar e quase é ajudada por André Luiz que é alertado para os pontos escuros que ela possuía presos a sua aura e que representavam as vidas que ela ajudou a tirar. Lembro que quando li isso, fiquei imensamente chocada. Felizmente, nunca abortei. Mas pros leigos, vejo uma ótima oportunidade de repensar suas atitudes e postura diante da vida.

Uma parte linda do filme é a chegada de André Luiz num dos Ministérios existentes na cidade, pra falar com o Governador. No recinto, vê-se vários símbolos religiosos de todas as religiões: judaísmo, islâmica, árabe, cristã... isso reafirma que Deus é um só e que pra chegar a Ele, basta acreditar. Só isso.

Outra mensagem linda do filme é de que o Universo é dinâmico e o trabalho se faz necessário. Aqueles que acreditam que a morte é o fim, ou ainda de que vão morar na Glória do Senhor e ficar coçando a xereca ou o saco na Eternidade, isso é pura ignorância. O trabalho dignifica o homem e por meio dele, podemos evoluir bastante. Todo trabalho é digno. Absolutamente todo trabalho.

Vendo Nosso Lar, dá vontade de morrer amanhã. Mas calma aí! Não vão cometer suicídio hein! Assim não vale.
E assim chegamos ao final do filme. Dona Miúda nem acordou. A oração funcionou. O mata leão dos irmãos espirituais funcionou que foi uma beleza!




Não percam! Eu recomendo.

16 comentários:

Morena disse...

Quando eu vi o titulo pensei comigo "Tadinha da Engraçadinha não conseguiu ver o filme que ela tanto queria" estava pronta pra ver um post de xingamentos e blablabla de qdo n conseguimos fazer algo que queríamos!

Estou mega feliiiiiiiiiiz por vcs duas terem feito a 1a ida ao cinema tranquilas!!! rsrsrs

A Dona Miuda podeee até n ter visto mas ela ouviu tudo e com certeza a fará bem tbm!!!

Bom feriado!
Beijos saltitantes

Lulu disse...

Cazzo eu não sabia q vc falava italiano... io capisco.. parlo niente piu..
Deve ser um filme bacana mesmo.. haja lencinho.
Big Beijos

Alice Voll disse...

mermã está nesse exato momento assistindo a esse filme, mamãe e eu vamos semana que vem!

Di disse...

Hi engraçadinha, da proxima vez que quiser levar dona miuda no cinema vai sem medo, o: www.cinematerna.org.br - ate os 18 meses, vai feliz que tem mais mamães na sua situação viu!beijos!

Dani Antunes disse...

Tô indo ali assistir agora. A sessão começa às 16h.
Depois te ligo. :)

Beijo

Flavinha disse...

Saquei o Italiano da D. Miúda, a quadrilha aqui de casa fala isso tb... hehe...
Estou louca para ver esse filme apesar de ter um certo medo da 'verdade', já aprontei muito nessa vida!!!!

beijosssssss

Flavinha disse...

Saquei o Italiano da D. Miúda, a quadrilha aqui de casa fala isso tb... hehe...
Estou louca para ver esse filme apesar de ter um certo medo da 'verdade', já aprontei muito nessa vida!!!!

beijosssssss

Crioula disse...

PENA Q AQUI NAO VAI PASSAR. TU NAO VIU MINHA MENSAGEM NO FACEBOOK NAO VACA?

Claudio disse...

Que gracinha... Quietinha na hora do filme. Vai gostar de cinema, aposto!!!
Estou muito a fim de ver o filme. A família do meu pai é toda espírita e já li o livro também. Este e outros do André Luis.
Bjs e um ótimo feriado!

Magui disse...

Vou eserar o filme chegar na locadora.Há mt não vou ao cinema.Preguiça mesmo.Fico pasma de ver sua animação em ir ao cinema com a nenem no colo. Seu cabelo é bonito pq é muito e logo cresce novamente.Estou achando vc com o rosto de cansada!

Lis disse...

Querida, li o post, queria comentar, mas depois faço isso!
Agora passei aqui pra dizer que minha casa antiga foi desativada (mrsdallowaysaid), e agora eu tô aqui, ó: http://entrelinhaseflores.wordpress.com
E já saí logo citando as amigas, porque né?!
Apareça! Bêjos, e bêjos na galega lindaaaaaaaaaaaaa!

Liza disse...

Menina a dona miuda é uma lady! to doida p ver esse filme, ja to vendo se pirateio, ja q aqui nao pasa filmes brasileiros(oh preconceito)kkk.Enfim, nega nao me xinga mudei de blog de novo,agora to blogando em espanhol kk. dar um pulinho la qdo a miuda dar um tempinho.

Beijos Liza.

Glória, a Celeste disse...

Olá,

um colega de fisioterapia que é médium (FEB)comentou que a espiritualidade mandou avisar: quem assistir ao filme enquanto estiver em cartaz vai rolar uma desobsessãozinha básica rsrsrs

Ótimos os comentários... estava curiosa para saber sua opinião... já que ouvi alguns comentários negativos sobre

Tatilda disse...

É mto difícil eu comentar pq meu tempoé CURTO demais...rs Mas não poderia deixar de dizer q vc é mto boa escrevendo, sempre me mato de rir lendo vc e penso: preciso um dia conhecer essa pela rara!
Beijocas

Tatiana Amorim disse...

Engraçadinha,
Que bom que deu tudo certo no cinema! Ah, fiquei sabendo que existe um cinema próprio pra vc ir com a sua picurrucha - deve ser diferente, sei lá...
E mais uma vez, me-mijei-de-rir! Obrigada! rsrsr
Bjú!
Tati

Van disse...

Eu tô louca pra ver!!! Devo assistir amanhã :D

Fiquei tão feliz de vc ter conseguido assistir sem que D. Miúda acordasse! :D

Fica com Deus!

Beijos

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...