Subscribe:

domingo, maio 29, 2011

Da série: Meninos eu vi - Piratas do Caribe 4

Dizem por aí, que imagens valem mais que mil palavras. 
Então eu vou mostrar um trecho, pois é o certo a se fazer:


Eu vi esse trailer nem lembro quando. 
Acho que foi fazendo um post sobre DVD ou qualquer coisa do gênero, quando me deparei com o brilhantismo de Johnny Depp. 

Não faço ideia se Johnny tem twitter, mas fato é que eu o sigo desde Edward Mãos de Tesoura
Ali eu me apaixonei pelo personagem singelo e puro. De lá pra cá, até a Noiva Cadáver de Tim Burton, onde um boneco de massinha é inspirado em Johnny, eu vi.

Mas vamos ao Piratas. Se vcs me perguntarem se eu vi na sequência, a resposta é não. Não vi mesmo. Aliás, teria de ver tudo de novo. O filme não é lá grande coisa. O segundo é grande e chato, o terceiro não vi, mas o quarto... em 3D, eu tinha de ver. E fui ontem com Pacotinha na sessão de 23:59h (e vcs não leram errado). Sabe como é, eu tenho 3 filhos e mesmo com um marido suuuper presente, eu não tenho tempo sobrando. No at all!

Fomos pro shopping pouco antes das 22h e lá ficamos até chegar a hora.
3D é um espetáculo a parte, nem precisava ser assim, mas já que tinha esse recurso, preferi ver desse jeito e legendado. 

E Johnny está lá com sua voz cambaleante, seus dreadlocks, dentes de ouro, olhos pintados e sarcasmo magistrais. O filme não é uma espécie de "Se Beber Não Case" que vc chora de rir, mas a graça está justamente na interpretação dele, nas nuances do personagem que admite que sua astúcia e inteligência está justamente em se admitir um covarde e cagão; e as piadas estão todas embutidas nos trejeitos, na forma de desdenhar sempre, não admitir nunca e no tentar tirar proveito das situações, possívelmente de cara cheia. 

Jack Sparrow é absurdamente adorável. Tanto, que noutras edições, torcia-se para que ele, o pirata, ficasse com a mocinha de Orlando Bloom. Dessa vez, a chicana Penélope Cruz fazia o contra-ponto. Pulemos.

Outra cena hilária, que me arrancou gritinhos inclusive, foi ver Keith Richards encarnando o pai de Jack Sparrow. Enquanto Johnny Depp todo maquiado, fazia um pirata pouco evelhecido, a gente é surpreendido pelo lendário Rolling Stone que apesar de maquiado, estava naturalmente envelhecido, estragado eu diria, caindo como uma luva para o papel de pirata pai. Cara, eu ri muito nessa hora.

Tem a cena das sereias que dá frio na barriga, tem as lutas de espada, tem aqueles mares maravilhosos que nos faz esquecer o frio que está fazendo nesse Rio de Janeiro e Johnny - a principal razão para arrancar qualquer um de casa numa friaca danada só para rir no cinema depois da meia noite.

Recomendo. Mas vale a advertência: Se vc não tiver senso de humor e nem souber ler nas entrelinhas, não vá. É provável que vc não goste do filme.

Bj na bunda!

7 comentários:

Fernanda Freitas disse...

Só o que posso dizer é que melhor que Johnny Depp em 3D, só o próprio ao vivo... Sonho meu! Sonho meu!

Morena disse...

ADOROOOOOO
tbm vi o filme esse fds e tarde e FATOO só o Depp p me tirar de casa naquele friooo!!!!
Adorei a resenha!
Beijos saltitantes
Boa semana

Magui disse...

Quando a gente é fã da forma que vc é quem diz o contrário vira inimigo.

Ma Albergarias disse...

Cara, este homem me tira do sério juro...
O que faz a gente suspirar peo pirata é justamente o deboche intrínseco a ele. Quanto dele mesmo não esta ali,colado no personagem???
Concordo , e mesmo sem ainda ter visto o filme a graça esta justamente nas mensagens subliminares!!! Vou assistir, com certeza. Em 3D!

Gaby Almeida disse...

Tá que não li o post todo pq to c preguiça mesmo... foi mal... mas tinha que comentar, pq né... saudade de comentar aqui. Eu adoro Pirtas do caribe, vi que não viu todos e digo que deveria ver, são otimos... E claro o melhor do filme é o Jack Sparrow, sempre foi, heheheh.

'Lara Mello disse...

Eu tô louco para assistir, amo o Johnny e gosto muito da série também, valeu pela dica1 :)

Dani Antunes disse...

E eu nem assisti ainda... #fail
Preciso!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...