Subscribe:

sexta-feira, abril 13, 2012

DA SÉRIE: O TAXISTA QUE JULGA

 
Vc já observou o bicho homem?
Não esse homem moderno, mas o homem-homem em sua essência? Já notou como é? Como funciona o homem de baixo calão?
Pois é. Eu tinha que escrever sobre isso, porque foi surreal demais até pra mim.
 
Tem o homem da categoria taxista que é uma classe bem peculiar. Claro, não vamos generalizar porque toda generalização é burra. Cada indivíduo é único, a gente não pode sair falando que todo taxista é assim. Mas tem muito homem que age exatamente como esse exemplar que me deparei ontem.

Começou que eu já saí atrasada do trabalho pra pegar os moleques na escola e resolvi ir de taxi porque era bem no horário cão do metrô. Eu não estava com forças. Então não tinha taxi, praxe. Fiz contato com a central e veio um rápido. O cara nem me perguntou por onde eu queria ir (túnel Santa Bárbara ou Lapa), foi virando logo pra Lapa num dia de quinta feira, onde a Lapa está em pleno fervo. O trânsito já estava esquisito por ali, então o cara resolveu fazer uma bandalha muito errada. Okay q foi coberto de boas intenções, mas é sabido que esse é o top 10 que justifica a lotação do inferno! E eu no twitter.

Quando percebi que estávamos parados, logo pensei: Esse cara só pode estar de sacanagem com a minha cara né?! Não andamos absolutamente nada e demos a volta atrás do nosso próprio rabo.

EU - É sério que nós não andamos nada? Eu estou atrasadíssima...
 
TAXISTA - Pois é, outro dia uma passageira me agradeceu por eu ter vindo por aqui, consegui salvar "ela"! Nessa hora nossa língua portuguesa foi bem pro beleleu!

E foi então que o locarino me solta:

TAXISTA - Olha só a gorda! Deus do céu... como chega a um ponto desses? Alá dona!

E eu procurando a obesa, a orca, a baleia e juro que não vi. O cara muito educado e discreto me deu a direção do bar à minha esquerda, onde via-se uma moça sentada à mesa, folheando um livro, trajando legging, uma blusinha e pouca banha.
Ela não era em absoluto a gorda, a obesa, a baleia, nem orca, muito menos assassina. Era apenas cheinha como se diz e pasmem! Tinha tanta circunferência quanto ele.

Eu ainda disse que não tinha visto gorda nenhuma, mas ele insistente, fez questão de descrevê-la.
Então eu suspirei e respondi que ela nem era gorda. Que aquilo não era uma gorda. Claro, q deu vontade de... Ah vá! Ela é cheinha, mas se der um trato fica bem. E vc q é feio? Se enxerga seu merda! ...mas sabe aquele tipo de gente que está doido pra conversar? Justo no dia que vc não está com a mínima vontade de trocar ideia?! Pois então, quando eu vi que meu futuro era entrando num embate sobre a circunferência da cintura dele, desisti na hora.
 
Não durou 5 minutos.
O rádio do taxi dá conta de que um colega dele ficou preso no engarrafamento, perdeu meia hora pra chegar no cliente e ao entrar na rua, o cliente ainda nem tinha descido, para andar apenas mais 2 quarteirões. Então ele começou a esbravejar que essa profissão era muito difícil, que a companhia poderia ter interferido e blablabla... foda-se.
Tô nem aí. Me limitei a responder que qualquer profissão que lida com público sofre suas desventuras. Realmente não sei se ele sabe o q significa desventura, porque em seguida ele disse que odeia a Tijuca! Q não sabe andar lá, que não quer aprender e tem raiva de quem conhece.
Foi nessa hora q eu considerei em pular com o taxi em movimento, mas lembrei q alguém teria de buscar as crianças.
Péralá! Xinga a minha mãe, mas não fala mal da Tijuca!
 
O cara é feio, meio gordo (se é q existe essa categoria), ignorante, tinha o cabelo feio, falava pelos cotovelos, preconceituoso, duvido muito q more na quadra da Lagoa e ainda vem falar mal da Tijuca? Tomar no cu com cãibra!
Eu não entendo esse tipo de homem. Ele aponta o defeito da outra na rua, mas se esquece de se olhar no espelho. Pior! Duvido muito que ele seja o marido verdadeiro da Giselle Bündchen. Não é!
Então por q?
Por q homem feio se sente no direito de julgar e falar mal de mulher feia, como se tivesse condições pra tal? É essa tal petulância (ignorância) que eu não tolero.
Hoje, já estou até aprendendo a conviver na forma do meu silêncio. Não debato. Não preciso sobrepor minha opinião. Ela nem é tão importante. Não quero vir aqui doutrinar ninguém! Mas vale uma dica tanto pro homem, quanto pra mulher, porque tem gente q parece q não se tocou ainda. Vou desenhar:
 
a) Se vc é feio de doer, não critique a feia ou o feio da rua;
b) Se vc é gorda, pare de ficar apontando as gordas que passam antes de ter feito dieta, malhação e ter perdido ao menos 100Kg;
c) Se a sua barriga parece q vai se jogar da calça, pare de ficar mostrando as barrigudas de biquini na praia! Pega mal pra vc e não pra barriguda de biquini e só denota o quão pobre de espírito vc é;
d) E se vc é linda, rica, magra e poderosa, por favor, não tripudie de quem não é! Beleza se perde com o passar dos anos, dinheiro acaba, magreza sai de moda e o poder é muito relativo.

Gente, a única coisa q a gente leva dessa vida, são as amizades q a gente constroi, a ajuda q damos aos outros e o amor que plantamos nos corações. O resto, esses padrões escrotos de beleza de revista de salão são nada mais do q merda.
Se vc se sente bem com seu corpo pesando 100Kg, os outros vão te enxergar luminosa e vão se aproximar de vc. É a verdadeira lei da atração.
Esse papo de ficar de cara esticada para parecer mais nova, de nada vale se a sua alma é podre, vazia e preconceituosa.

No fundo no fundo, ninguém aguenta viver só de aparência.
Bj na bunda!

9 comentários:

Tatilda disse...

CLAP CLAP CLAP CLAP

Tudo bem q eu dou risadinha do povo na rua, mas e daí? Nem cheguei nos 150 k ainda! hahahhahaha
BEIJO

Sylvia disse...

Coitado né......tá ferrado !!rs

gosto de conversar com vc, vem mais vezes,
bjks

Luiza disse...

CLAP CLAP CLAP CLAP!!!!! Como sempre espetacular!!

Morena disse...

Não acreditooo q o taxista virou post!!!! rsrsrs

Mas realmente arrasou com o final do post! É totalmente isso aí!

Beijos saltitantes
Bom fim de semana

Baleia Azul disse...

Na boa, antes de vc escrever este post tinha que ter apagado um pedaço do histórico do seu blog... hahaha

Lulu disse...

É o tal negócio povo adora julgar os outros mas esquece de ver os próprios defeitos.
Big Beijos

Ane Brasil disse...

Coragem 'guentar 'taxeiro' tagarela no meio do engarrafamento.
Sorte e saúde pra todos! - aff, menos pra essa gente que "se acha"

Fernanda Freitas disse...

É... Esses "pré-conceitos",de gente que julga sem nem te conhecer que andava me deixando magoada... Agora me dá dor de barriga: Cagando aos montes!!!

Crioula disse...

olha vou patentiar meu "locarino", ta? rs amiga gente assim tem em todos os lugares, infelismente!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...