Subscribe:

terça-feira, maio 15, 2012

HOJE É ANIVERSÁRIO DE ALGUÉM MUITO ESPECIAL

 
Eu me lembro de ter batido o pé e entre lágrimas, carregadas de emoção, disse:
 
EU DIZENDO - Agora chega, Papai do Céu! Não quero mais brincar, quero um namorado. Um namorado sério e eu não vou mais me sujeitar àqueles joguinhos escrotos dos homens. Vou assumir! EU QUERO UM NAMORADO!

Mal sabia ela q do outro lado da cidade, muito provavelmente na mesma semana, um cara dentro do perfil confidenciou à sua melhor amiga, que estava cansado de putaria. Ele disse que queria sossegar e que precisava arrumar uma namorada.
Esses dois se encontrariam pouco tempo depois.
Ela, como costumava acontecer quando estava prestes a encontrar um grande amor, não queria ir, chorava, batia o pé e só pensava em fugir da situação.
Nesse dia sua amiga teve que mentir para tirá-la de casa.

Ele estava numa de agitar e cair na night. Ter novas experiências e quem sabe encontrar a futura namorada.
 
Ela foi contrariada para um lugar que não queria ir, com música que não gostava e arrastada pela amiga subiu numa moto com duas pessoas, o que era radicalmente contra seus princípios. Mesmo assim, chegou sã e salva.

Logo ela deu de cara com ele.
O cara que dois anos antes tinha avistado num ponto de ônibus do Centro da Cidade em que ela e sua melhor amiga estavam.
Logo as duas comentavam cada detalhe: cabelo, os óculos, a bolsa trançada, o uniforme daquela empresa, se pegariam ou não...

Era ele. Definitivamente.
E de repente o local ficou agradável, a música não importava mais e dançando ela tentou seduzí-lo, sem que aquilo surtisse qualquer efeito.
Ficou um pouco frustrada, claro, porque parecia tê-lo afugentado.

Enquanto isso, ele pensava no outro canto que ela estava acompanhada porque a vira dançando com um colega. Seu amigo o advertiu, que ali era assim mesmo, as mulheres acompanhadas davam mole. Por isso ele pensou em sair dali.
Mas mulher quando quer alguma coisa, nem o diabo pode!
Então ela foi circular para espantar o calor e ver se encontrava com ele. Encontrou.
 
Foi assim que ela o viu no fundo do salão; onde não havia tanta gente; onde ele levantou o copo de bebida, onde ela se aproximou e confidenciou algo no ouvido dele; onde eles se beijaram pela primeira vez. De onde ela não mais saiu.
E quando se deram conta, já estavam engalfinhados no dia seguinte e seu maior prazer era a companhia um do outro, um dentro do outro, um com o outro.
Era mágico, engraçado e diferente. E os dois, muito diferentes, mas muito certo juntos.
Só que o sonho dela era casar com ele.
Não esse casamento que entra na igreja e satisfaz a sociedade, mas um casamento de amor, com um lar, com bichos, filhos e realização profissional.

Ela teve de esperar uns 7 anos para esse sonho apontar no fim do túnel.

Foram várias idas e vindas. Várias separações que a cada retorno, tornava o amor dos dois mais forte ainda.

Se ela caía, ele segurava.
Se ela tomava um porre, ele cuidava.
Se ele tinha dor de barriga, ela fazia uma comidinha leve.

Podiam fazer faxina juntos, podiam não ter dinheiro, mas se amavam e viviam felizes. Ela adorava cozinhar e ele não largava da vassoura.
Já viviam se apoiando mutuamente na saúde, na tristeza, na prosperidade e nos tempos de dureza que não foram poucos.

Até q um dia ela adoeceu.
Bem no auge da felicidade. Parece que é sempre assim, não é mesmo?!

Ela não conseguia fazer outra coisa senão vomitar tudo o q comia. Mal saía da cama. Ninguém sabia o q ela tinha.

Seria tristeza? Seria depressão pela perda da avó, ou bulimia?
Será q é dengue?

Ele a levou ao médico e ela passou parte de um dia no soro e ele não conseguia esconder sua preocupação muito embora tentasse de tudo para fazê-la sorrir. E passou-se uma semana até que ela fosse indicada para uma ultrassonografia para saber q mal a acometia.

Foi então que descobriu que ali dentro havia um bebê. Um bebê. Bebê esse que ela não se sentia madura o suficiente para carregar.
Ficou muito mal, mas foi ele que vestiu o personagem pai primeiro, o que deu forças a ela e a envolveu numa nova onda de amor, apesar dos já 7 anos de convivência.

O tempo se encarregou de passar e eles planejaram ter outro bebê, porque descobriram um novo amor em suas vidas, maior até do que eles mesmos.

Veio o segundo menino e a felicidade plena.
Muito trabalho, claro, mas eles aguentavam firme.

Quando a coisa parecia estar divertida, quando o sexo vinha melhorando a cada dia e os dois planejavam uma viagem só os dois, ela voltou a passar mal. Muito mal. Sentiu medo, muito medo.
Foi quando descobriram que havia mais alguém ali, pela terceira vez. Dessa vez, uma menininha.
E mais uma vez, ele a fez entender que tudo daria certo e que pra tudo tem um jeito, mesmo que isso significasse séculos sem sexo!

Esse cara, o cara que foi escolhido, que tem uma palavra amiga, que traz consigo a paz no coração e uma vassoura na mão...
Esse cara, que quando a gente está com pressa pra sair de casa, corre, pega a tesourinha e se abaixa pra cortar as unhas do pé...
Esse cara que faz a melhor canja de galinha que eu conheço...
Esse cara que me deu três filhos maravilhosos e que tem o toque mais gostoso quando as luzes se apagam, é o escolhido.

É ele que faz 41 anos hoje.

E é pra ele que eu escolhi entregar meu coração naquela noite do dia 30 de setembro de 1994.
E é com ele que eu quero dividir todos os meus dias até ficar bem velhinha.
 
Na alegria, na tristeza, na saúde, na doença e nadando em dinheiro se Deus quiser!
Feliz aniversário meu amor.

8 comentários:

LuSoares disse...

Lindo! Lindo! Lindo!
Lindo texto!
Linda estória!
Linda família!
Lindo amor!
E não vou chamar Engraçadão de lindo pq tenho amor aos meus dentes e mt respeito a Dona Engraçadinha! hahahaha

Parabéns pra Engraçadão! Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita saúde pra cuidar, amar e viver com essa família linda!!!

Morena disse...

Ai o amor é lindo!!!!
Tadinho do Fê com essa vassoura na mão até no post! rs
Manda meus beijos de parabéns e muita saúde! Pq tem três 3 filhos para criar e uma mulher para cuidar!!!!
Beijos saltitantes
Boa semana

Tutti disse...

Parabéns pra esse Homem que eu nem conheço mas admiro muito!! Engraçadão que você viva muito!!
abração!

Cris Fontes disse...

Que história bacana !!!! Eu me emocionei !!! Parabéns pra esse maridão que te trouxe tanta alegria ! Vc merece! :) Bjs Cris Fontes

Engraçadão disse...

Obrigado a todos e a VC meu amor... por essa linda homenagem...amo muito vc... e nossos rebentos...

Ma Albergarias disse...

Qualquer coredundisa que eu digA será redundante.

Só digo uma coisa: cuide bem deste amor.
E que vcs fiquem velhinhos juntos, com este amor sempre no olhar!
Feliz Aniversário pra ele e parabéns pra você.

Laila disse...

Sua vaca, chorei!!!!!!

Parabéns, Engraçadão! Pelo amor conquistado, pelos anos vividos, pelos filhos gerados! Desejar mais felicidade pra vocês seria pouco! :))

Um beijo, Engraçadinha! <3

ANDRE GONÇALVES DA SILVA disse...


20 pessoas que se deram mal tentando bancar os engraçadinhos

http://www.mestresabe.com/2015/07/20-pessoas-que-se-deram-mal-tentando.html



meu blog de uma passadinha http://www.mestresabe.com/

aproveite e veja meu site de vendas

http://www.lojadomestreandre.com.br/

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...