Subscribe:

quinta-feira, setembro 01, 2011

SIM, EU JÁ ME APAIXONEI - POR @MissMoura

Eu acho que tô me apaixonando por Londres e isso é perigoso. Já to com vontade de chorar na metade da viagem, só de saber que vou ter que ir embora. Ou de repente eu esteja me apaixonando pela vida, por poder vivê-la sem fronteiras, provando um sabor de comida diferente a cada dia, aprendendo todos os dias uma nova palavra em outros idiomas, descobrindo que o mundo não tem fronteiras.



No meu almoço, num restaurante italiano, a mesa esteja repleta de estrangeiros. Era Japão, Arábia Saudita, Coréia, Espanha, Rússia... A garçonete inglesa fez questão de chamar um funcionário de Minas para mostrar como ela tinha aprendido a dar Oi em português. E era super simpática, novamente.

A tarde, fui conhecer Soho. Um atendente do Paquistão me deu um desconto de duas libras numa boina e pediu meu telefone rsrsrs (não dei). Rodei as ruas da Oxford Street com a Jamine (companheira de viagem que conheci pelo Facebook) e entramos na H&M, uma mega store no estilo C&A, onde comprei um sobretudo xadrez pelo equivalente a R$90,00.

Depois, encontramos o Leco - Um outro brasileiro que conhecemos pelo Facebook - e fomos beber num pub lá perto... Falamos da vida, dos planos de cada um, das viagens imperdíveis que ainda faremos e do nosso fim de semana que será em Amsterdam.

Voltei pra casa cedo, pois meu vôo pra Amsterdam sai às 07h50 do London City e parei novamente no restaurante turco que tem na transversal da rua. A música árabe me embalava e saboreava uma diet coke como quem tomava um vinho... Acho que levantaria pra dançar se estivesse bebendo. Quando ouço a música árabe ou egípcia tenho um encontro com a minha alma e, assim, do outro lado do mundo, sozinha, mais ainda.

Enfim... se eu tenho uma dica hoje ela é: não compre ou troque de carro. Faça uma viagem. Não vá para o carnaval da Bahia, vá pra Colômbia. Não tenha pressa em comprar um apartamento. A expectativa de vida aumentou e você pode fazer isso aos 40. Pega o dinheiro e faça uma viagem. Fique o máximo de tempo que puder, fale com o máximo de pessoas que puder, observe e fotografe tudo que sentir vontade. Seus registros ficarão para toda a vida. E as viagens nunca sairão da sua memória. Isso é vida.

Patrícia Moura
Conheça meu blog:
www.missmoura.com
Acompanhe também: www.twitter.com/missmoura

4 comentários:

Marianna e Nikolai disse...

Bem-vinda ao clube dos que descobriram que o próprio mundo vai além do próprio umbigo... Que cheguem as próximas viagens! Aproveite cada tempo e se apegue ao que sua memória registra como inacreditável. O sabor da novidade é mágico.

Engraçadinha disse...

Eu costumo sentir isso pela vida aonde quer q eu vá. Essa euforia em estar viva. Mas nem sempre foi assim. Acho q quando eu for à Londres, vou virar purpurina! :Bm estar viva. Mas nem sempre foi assim. Acho q quando eu for à Londres, vou virar purpurina! :B

Morena disse...

Esse final é absurdamente demais! E eu supeeeeeeer concordo!!! Adoro conhecer gente diferente em viagens!!!
Beijos saltitantes
Bom fim de semana

'Lara Mello disse...

Nossa! Que dica maravilhosa, e vou seguir! :)

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...