Subscribe:

terça-feira, abril 27, 2004

O PARTO

Lembro-me muito bem do dia anterior. Havia acordado mais uma vez as 5:00h por pura ansiedade. Simplesmente não conseguia dormir até tarde, só por saber que ele chegaria.

A mala estava arrumada, o berço limpo, li meus e-mails ao som de "Yes" e me bateu uma emoção muito forte, tipo medo, despedida da vida de criança, ansiedade misturada a insegurança. Chorei até não poder mais. Estava sozinha em casa. Já não podia encontrar recém-nascidos na rua, chorava meeesmo, na frente de qualquer um.

O Fernando, não sabia se ria ou se, se escondia, era uma buuuááááá c/ direito a soluços e tudo. Igual a quando fui visitar o berçário da Perinatal. PUTAQUEPARIU!! Chorei bicas e rios, quase chamaram os psicólogos.

Me achava a pessoa mais ridícula do mundo, mas a emoção de me deparar c/ os bebês era maior q minha razão. Incontrolável.

Vc se acha ridícula, mas não para.

Quando o dia chegou, mais uma vez acordei de madrugada. Tinha de estar às 19:30h na clínica, linda e loura para a internação, o Fê, trocou de horário no O Globo p/ poder acompanhar (aliás, pai sofre... não curte nada) Só dão 5 dias e olhe lá!!

Meu médico, um Judeu c/ espírito esportivo, não me deu nenhuma pista sobre o q pode ou não pode comer, nem até q hora pode ingerir líquidos. Eu, inteligente e experientérrima, pensei: Vou forrar o bucho, porque devo passar a noite toda de barriga vazia... P/ iniciar os trabalhos, sopa de legumes, c/ músculo, depois arroz, feijão, carne moída c/ azeitonas, champignon e salada de alface (era Outubro) sem sobremesa (era 16:30h). Pensei que meu filho estaria bem alimentado dessa forma.

Nós conseguimos uma câmera emprestada p/ o Fê filmar o parto, mas sem cenas de sangue, só o nascimento e o depois.

Essa foto, foi na recepção da maternidade. O Fê sorriu c/ muito custo, nas outras fotos, ele só saía sério e com cara de assustado. Ele nem conseguia desfarçar o pavor. Eu?? Fiquei tranqüiléééérrima e enchendo os cornos de água q era prá ter muito leite. Foi batata!

Bem chamei uma turma da boa p/ acompanhar e me dar força, porque lá no fundo sentia um medinho. Foi cesária. Foram Minha mãe, Ruthinha c/ Lelê (a filha caçula) e Ana (a dinda) c/ Ricardo. Rolando muita alegria no quarto enquanto não me buscavam... Porque a Suzana Werner, teve o Cauê no dia anterior, então ainda tinha a imprensa...

A enfermeira entrou no quarto p/ me lembrar. Todos estavam nervosos, mas uma das coisas que me marcou, foi a minha amiga Ana segurando minha mão. Foi tipo: "vai irmã q eu tô contigo!" Outra, foram os relatos mediúnicos da Ruth, que sempre me disse como seria o meu hominho e até hoje, não errou. Tive um sonho muito bonito às vésperas do parto, porque estava ansiosa p/ vê-lo: Minha barriga ficava transparente e eu conseguia ver o Pedro Ignacio lá dentro, depois, ele esticava a mão e pegava a minha. Eu perguntava se ele sabia que eu o amava e ele respondia que sim.

Caaaaraaaalhoooo!!! Alucinanteeee. Bem, na mesa de operação, foi aquela putaria. Primeiro, me zoaram porque eu estava de batom vermelho e sombra (por que não estaria??) daí eu disse que era por causa da Grobo que me esperava lá fora. Pois o Cacuête, filho da Suzana Verme já tinha feito sucesso, agora era a vez do meu.

Depois, os médicos deram de contar piada de cabeçudo em homonagem ao meu marido, isso tudo c/ minha xereca de fora c/ as pernas arreganhadas e já anestesiadas. Surreal!!! Eu não podia fazer nada. Só rir. No meio dessa putaria, meu filho nasceu.

Mais xororô. Quando eu o vi, pareciam 2 segundos e já levaram. Ele era lindo. Fiquei em dúvida se era meu mesmo, mas eu vi tudo... Fecharam minha barriga, daí por diante, silêncio total. Não podia falar mais nada p/ não ter gases. Só rir prá dentro. Me fecharam e me levaram p/ o quarto. Eu toda mole e sem sentir da cintura p/ baixo. Depois de 1 hora senti tudo molhado. Pensei será q estou suando?? Nada, estava nadando em leite. Daí, trouxeram ele p/ mamar.

Cara, eu toda sem jeito, ele tão lindinho, tão reizinho, já taca a mão na teta e ajudando, tão sereno, cara só de lembrar... buáááááá, de novo...

2 comentários:

Lady Metal disse...

Vem cá, a quem você está tentando cegar???????

Dani disse...

Q LINDOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!
Menina, q coisa chike demais!!! Eh tao legal maternidade ne?!?!
Ah, gostei do blog novo, ja mudei o link la no meu blog!!!
Beijos, Dani

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...